Hoje é quarta-feira, 29 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioECONOMIAPré-incubadora de Florianópolis já ajudou quase 700 empresas

Pré-incubadora de Florianópolis já ajudou quase 700 empresas

Metodologia própria foi utilizada por mais de 2,5 mil empreendedores

Na empreitada, a empresa usa metodologia própria, desenvolvida pelo pesquisador e professor Luiz Salomão Ribas Gomez. Graduado em design , mestre e doutor em Engenharia da Produção e pós-doutor em Branding, Design e Inovação, ele criou a TXM Business. Baseada em processos de cocriação e suportada em três pilares think (pensar), experience (construir experiências) e manage (gerenciar) a metodologia usa tecnologia da informação, relacionamento e conhecimento técnico para ajudar novos empreendedores a melhorar, transformar (o que os startupeiros chamam pivotar) ou até abandonar ideias.

“Em cinco meses, com apoio de mentores, pesquisas de mercado e estudos orientados, um lampejo criativo pode ser transformado em um negócio”, diz Gomez. Nos últimos cinco anos, em editais abertos em mais de 30 cidades, foram testados, aperfeiçoados, transformados em empresas ou abandonados 1,4 mil projetos. “Nem todas as ideias viram novos negócios. No processo de maturação e análise, alguns empreendedores reveem seus projetos ou descobrem que ainda não há mercado para o seu produto ou serviço. Outros decidem não ter um negócio próprio, mas levam para a vida profissional as características empreendedoras que exercitaram”.

A lista de empresas “nascidas” com apoio da TXM é ampla e diversificada – inclui desde serviços de monitoramento de safras com apoio de drones até a comercializadora de colméias e treinamentos para criação de abelhas em espaços urbanos, passando por aplicativos com funções variadas e uma loja de doces na comunidade do Monte Cristo, região carente de Florianópolis, onde foi criada uma unidade para apoiar projetos de empreendedores de baixa renda. “A criatividade está em todos os lugares e em todas as pessoas – muitas vezes precisa apenas de um apoio para aflorar. Ela também não depende sempre de inovação tecnológica, como muitos parecem acreditar”, diz Gomez.

Paulo Garbugio, então recém egresso de um mestrado em biotecnologia, e o amigo Charles Coelho, que à época iniciava o mestrado em engenharia florestal, decidiram há alguns anos que era hora de empreender. “Nós dois falávamos da importância da nossa área de pesquisa e como era algo pouco explorado. Não fazíamos ideia de como poderíamos comercializar e transformar em um produto e foi com a metodologia da TXM que conseguimos desenvolver um plano de negócio”, conta Garbugio, sócio fundador da Arboran. A empresa, prestadora de serviços de arborização urbana, avalia a saúde de árvores de bairros e condomínios. Entre os projetos em andamento está um check-up completo – desde as raízes até a copa – da histórica Figueira da Praça XV, um dos principais marcos do Centro de Florianópolis.

A aplicação da metodologia da TXM ocorre em laboratórios de ideação, os Cocreation Labs. Os participantes, selecionados em editais públicos, participam de forma gratuita de projetos mantidos com apoio do Sebrae, de entidades empresariais e de governos. Em cinco meses, recebem conhecimento, estabelecem redes de colaboração com outros empreendedores e testam e ajustam suas ideias para que as novas empresas caminhem com as próprias pernas e gerem novos empregos.

NÚMEROS DA TXM METHODS NO BRASIL:

6 estados

+30 cidades

+45 editais abertos

+120 turmas

+1,4 mil projetos aprovados

+670 projetos concluídos

+2,5 mil empreendedores impactados

+450 mentores

25 parceiros

+3,5 milhões de faturamento em 2022

Saiba mais no site: txm-methods.com/

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa