Hoje é sábado, 13 de julho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALProfessora de Florianópolis cria Gigi para falar sobre autismo

Professora de Florianópolis cria Gigi para falar sobre autismo

Personagem interpretado por Isaclara Martins conversa com crianças do NEIM Machado de Assis para derrubar preconceitos e estereótipos

Como quebrar mitos em relação às pessoas autistas? Foi pensando nisso que surgiu a personagem Gigi, criada e interpretada pela professora de educação especial Isaclara Nunes Martins, profissional do Núcleo de Educação Infantil Municipal Machado de Assis, em Capoeiras.

A Gigi, pelo seu jeito brincalhão e divertido, chama a atenção das crianças, segundo Isaclara. “A partir daí conseguimos mostrar que essas crianças são diferentes em comportamento, mas são pessoas e que merecem nosso respeito”, alerta a professora.

Conforme a educadora, “precisamos reduzir o preconceito e derrubar o estereótipo que pessoas nessa condição levam vidas restritas e desprovidas de dinamismo”.

A Gigi é uma personagem com autismo que usa um abafador. As crianças ficam muito curiosas, e com muita descontração, Isaclara vai explicando a elas que tudo bem ser diferente. Neste 2 de abril, Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo, Gigi conversou com crianças de 4 a 6 anos de idade.

“Levamos o cordão do autismo, que identifica a criança nessa condição, e um abafador, para relatar porque algumas crianças usam esse aparelho, uma vez que elas têm hipersensibilidade ao som”.

Com um total de 236 crianças, o NEIM possui 13 matriculadas com autismo, além de 6 crianças cujos casos estão em avaliação. A professora Isaclara trabalha na sala multimeios, um serviço de educação especial que oferece o Atendimento Educacional Especializado – AEE com suporte, estratégias e materiais necessários para o desenvolvimento e acessibilidade das crianças.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa