Hoje é segunda-feira, 24 de junho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
InícioGERALPterígio: O que você precisa saber sobre a doença ocular causada pelo...

Pterígio: O que você precisa saber sobre a doença ocular causada pelo excesso de sol

A doença é comum na época do verão devido à exposição excessiva ao vento, ao pó, à areia e à luz solar

Você sabe o que é pterígio? Conhecido como carne crescida, essa doença é uma lesão benigna causada pelo crescimento fibrovascular de um tecido conjuntival na área de exposição ocular em direção à córnea. A doença é comum na época do verão devido à exposição excessiva ao vento, ao pó, à areia e à luz solar.
Os sintomas mais comuns da doença são: vermelhidão ou irritação nos olhos, fotofobia e sensação de corpo estranho. O surgimento do Pterígio é muito comum em adultos jovens entre 20 e 40 anos. Aparece junto a conjuntiva e, conforme os anos vão passando, pode continuar a crescer, invadindo a superfície da córnea.
De acordo com a médica oftalmologista Mara Nishimura, do Hospital de Olhos de Florianópolis (HOF), em pterígios menores e que não apresentam sintomas, não há necessidade de intervenção mas, se há uma piora dos sintomas ou inflamação, a doença pode ser tratada. “O tratamento varia de acordo com o estágio , mas vai de compressas frias, colírios lubrificantes, uso ocasional de colírios vasoconstritores até com curtos períodos de colírios anti-inflamatórios. E se a lesão causa desconforto persistente ou interfere na visão, ele pode ser removido cirurgicamente” explica a médica.
Uma vez que a exposição excessiva aos raios solares é a principal causa do Pterígio, é importante sempre utilizar óculos solares com proteção UVA/UVB, que devem ser escolhidos levando em conta o modelo com tamanho e coloração adequados para proteger toda a área dos olhos, usar chapéu para proteger a região da luz solar, do vento, do pó, do pólen e do fumo além de hidratar convenientemente os olhos.
Consultar o médico oftalmologista regularmente também é muito importante quando o assunto é a prevenção de Pterígio ou outras doenças e lesões oculares. “Quanto antes o diagnóstico for feito, maiores são as chances do indivíduo obter sucesso no tratamento”, reforça a oftalmologista
spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa