Hoje é quinta-feira, 18 de julho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioESPORTESão José se consolida como a Cidade do Judô

São José se consolida como a Cidade do Judô

Prefeitura trabalha em diversas frentes para fortalecer o Município como potência da modalidade

O judô é uma das modalidades esportivas de maior destaque de São José e tem na Prefeitura um forte aliado. Apenas no primeiro semestre de 2023, as iniciativas desenvolvidas por meio das políticas públicas implementadas nos últimos doze anos possibilitaram a participação em nove competições em todo o país, num total de 581 lutas, com um resultado positivo de oito medalhas de ouro, seis de pratas e oito de bronze.

Além de participar de grandes competições, o Município também atua diretamente na prática e formação de atletas, oferecendo infraestrutura e firmando parcerias para promover aulas gratuitas de iniciação ao alto rendimento para crianças e adultos. A equipe viaja nesta semana para participar dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, que acontece de 20 a 29 deste mês, em Curitibanos.

Em 2022, os 68 atletas de alto rendimento da equipe josefense de judô participou de 206 competições, num total de 15.716 lutas, com um resultado positivo de 317 medalhas de ouro, 224 pratas e 215 de bronze. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer, conta com espaços de treinamento no Centro Multiuso, na sede do campo do Grêmio na Colônia Santana e no Sesc Lisboa, em Forquilha. Ao todo, o atendimento é de mais de 600 alunos na iniciação esportiva em judô e de 68 no alto rendimento.

“Nos últimos anos, as equipes de alto rendimento do judô tiveram importantes conquistas, enquanto as escolinhas de iniciação esportiva praticamente dobraram a sua capacidade de atendimento. Isso demonstra o compromisso da gestão do prefeito Orvino Coelho de Ávila em apoiar o esporte no Município”, disse o Sensei (treinador), Fábio Maciel.

“O judô é um dos esportes que mais trazem medalhas para São José e para nós é motivo de orgulho contar com esses resultados. Importante ressaltar que muitos dos atletas que foram campeões na categoria Sênior fazem parte da nossa equipe desde as categorias de base”, ressalta superintendente de Esportes e Lazer de São José, João David Garcia.

Jasc

Fábio destaca o fato de que judô é um esporte consolidado no município de São José. Na última edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), a cidade foi campeã geral tanto no masculino quanto no feminino, que somando, resultaram 20 medalhas de ouro. “Nos últimos dez anos fomos campeões em todas as competições do Jasc. Quase todos os nossos atletas são medalhistas”.

“A palavra orgulho define o meu sentimento. Estes atletas e a equipe de trabalho se esforçam incansavelmente para representar São José e, graças a isso, continuamos renovando a nosso esforço e mantendo os bons resultados”.

O sonho das Olimpíadas 2024

Além das medalhas e prêmios, há mulheres que se tornam referência no esporte, como é o caso da atleta e treinadora de judô de São José, Ana Paula Nobre, 36 anos. Campeão em várias competições estaduais, nacionais e internacionais, ela nem contabiliza mais as inúmeras vitórias e somente planeja a participação nas competições que lhe permitam alcançar o sonho da Olimpíadas 2024, em Paris, entre os dias 26 de julho e 11 de agosto, no próximo ano.

Natural de São Carlos (SP), Ana Paula conheceu o judô quando tinha apenas oito anos e de lá para cá, dedicou a sua vida a se aperfeiçoar na modalidade esportiva. Integrou várias equipes de destaque nacional, com Centros de Treinamentos (CTs) em São Paulo, Minas Gerais, Bahia e do Rio Grande do Sul, mas desde 2018 adotou São José como sua terra para treinar, ensinar e representar nos tatames. A última competição que ela participou foi no início deste mês, o Open Pan-Americano realizado na Bahia, em que conquistou uma medalha de bronze.

Já teve como Sensei (professor) o judoca, Paulo Segatelli, que lhe ensinou os primeiros golpes de judô e agora conta com apoio do treinador, Fábio Maciel. A rotina desta atleta não é para poucos, além de treinar e ensinar judô no Centro Multiuso, de segunda à sexta-feira, ela tem que estar focada para as competições, seguindo uma dieta rígida administrada por nutricionista, além de se dedicar aos estudos para se formar em Educação Física.

Ela está entre as quatro melhores atletas de judô na categoria até 48kg, a mais concorrida entre as mulheres. Para ir às Olimpíadas a luta é diária, já que apenas uma delas será convocada para representar o Brasil. “A mente conta tudo, se não tiver cabeça, se dedicar, não conseguimos desenvolver”, conta Ana Paula. Ela revela que não sai às noites para acompanhar os amigos, não bebe e nem fuma. “É uma vida focada”, reforça.

No período de folga, nos finais de semana, ela diz que descansa, lê livros, assiste séries e desenho. “Gosto de desenhar e aproveito para descansar porque sei que a semana será puxada”. Para esse segundo semestre, Ana Paula diz que pretende participar do estadual de judô, dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), do Troféu Brasil, mais um Pan-Americano e um campeonato na Europa. “Os treinos não param. Dedicação total ao esporte”.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa