Hoje é segunda-feira, 22 de julho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALTiro com arco entra no programa Palhoça Esportiva

Tiro com arco entra no programa Palhoça Esportiva

Aulas são para crianças e adolescentes de 10 a 15 anos, e ainda restam três vagas.

A Prefeitura de Palhoça está oferecendo aulas de tiro com arco – mais popularmente conhecido como “arco e flecha” – para crianças e adolescentes de 10 a 15 anos de idade. A modalidade foi incluída neste ano no programa Palhoça Esportiva, mantido pela Fundação
Municipal de Esporte e Cultura (FMEC).

O programa trabalha o esporte em duas pontas: a inclusão, trabalhando diferentes modalidades no contraturno escolar e oferecendo oportunidades para quem deseja praticar um esporte por hobby ou para manter a saúde física; e o alto rendimento, criando equipes de competição que representam o município em eventos organizados pela Fundação
Catarinense de Esporte (Fesporte).

E o tiro com arco vai atuar justamente nessas duas pontas. “Nós passamos a oferecer o tiro com arco como uma forma de ampliar a nossa variedade de modalidades, mas a garotada está tão entusiasmada que já estão ansiosos para participar de competições”, comenta o presidente da FMEC, José Virgílio Junior (Secco).

As aulas acontecem às segundas e às quartas-feiras pela manhã (das 9h30 às 10h30), no ginásio do Sesc, no Jardim Eldorado. Quem comanda as atividades é o professor Fernando Wolff, que lidera a equipe competitiva da Arqueiria Wolff, localizada na Pedra Branca. “É um
esporte que traz concentração, disciplina, autoconhecimento; desenvolvimento do corpo e entender como ele funciona; a percepção do movimento dos membros superiores; tem uma série de fatores que dá para envolver na prática do esporte”, destaca o professor Fernando.

As aulas começaram há cerca de três semanas, e a empolgação dos alunos já é evidente. “Comentei com eles e eles se demonstraram interessados em participar do campeonato escolar nacional, que é realizado em todos os estados. Vamos fazer aqui dentro do ginásio, eu mando os resultados para a Federação Brasileira, e tendo alguém entre os melhores do Brasil, são selecionados para a final”, explica o professor. “É uma experiência, e eles estão empolgados”, revela Fernando.

A preferência por ensinar jovens de 10 a 15 anos, que disputariam as categorias Infantil e Cadete, não é por acaso. “É onde eu sei que tem um resultado, que a gente consegue dar uma continuidade, consigo acrescentar mais com as crianças. Já tive campeão máster, campeão adulto, mas como contribuição maior, é melhor trabalhar com as crianças”, esclarece.

Ainda restam três vagas para as aulas de tiro com arco. Quem quiser participar pode entrar em contato com a FMEC, pelo telefone 3220-0300 (ramal 1935), ou diretamente com o professor Fernando, pelo WhatsApp (48) 99111-2776.

História

A arqueirismo passou a ser praticado como esporte de uma forma mais estruturada a partir do século XIX, quando surgiram os primeiros campeonatos nacionais nos Estados Unidos e na Inglaterra.

O arco e flecha foi incluído em Jogos Olímpicos na Olimpíada de Paris, em 1900.

Em 1930, foi fundada a Federação Internacional de Tiro com Arco (Fita), que já organizou, no ano seguinte, o primeiro Campeonato Mundial, na Polônia.

Depois de um período ausente do programa olímpico, o tiro com arco voltou aos Jogos em 1972, em Munique, e permanece até hoje.

A primeira participação do Brasil em Olimpíadas ocorreu em 1980, nos Jogos de Moscou.

O esporte havia “chegado” ao país na década de 1950, mas só em 1991 seria criada a Federação Brasileira de Tiro com Arco.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa