Hoje é quarta-feira, 19 de junho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALCarnaval de Florianópolis terá foco no combate ao preconceito e à violência

Carnaval de Florianópolis terá foco no combate ao preconceito e à violência

O espaço “Carnaval sem Preconceitos”, destinado ao acolhimento de denúncias de violência, atenderá os foliões de Florianópolis durante o sábado de Carnaval (10/2), no Bloco dos Sujos e na Passarela Nego Quirido. A iniciativa é resultado de uma parceria entre a Coordenadoria Geral de Políticas Públicas para a Família e os Direitos Humanos da Prefeitura de Florianópolis e a Liga das Escolas de Samba de Florianópolis (Liesf).

Com a colaboração de profissionais do NAVIT, núcleo especializado do Ministério Público de Santa Catarina, serão realizados o acolhimento de vítimas e o acionamento das forças de segurança, como a Guarda Municipal, Polícia Civil e Polícia Militar. “Estaremos juntos, integrados neste esforço contra o assédio e preconceito”, destaca Araújo Gomes, secretário de Segurança e Ordem Pública de Florianópolis. Já no Bloco dos Sujos, técnicos da Prefeitura estarão disponíveis para realizar o procedimento.

Para atender visitantes e moradores da Capital, um delegado de plantão será acionado na 1ª Delegacia de Polícia Civil da Capital, localizada na Av. Pref. Osmar Cunha – Centro. “Esperamos que, a partir da nossa campanha e espaço de acolhimento, o Carnaval de 2024 seja sem preconceitos, racismo, LGBTfobia e importunação sexual”, afirma Maria Cláudia Goulart, Coordenadora Geral de Políticas Públicas para a Família e os Direitos Humanos.

Outra ação educativa é a distribuição de leques e adesivos, a fim de conscientizar os foliões sobre o respeito às diversidades e combate aos preconceitos ao longo do Carnaval 2024. Com início no Berbigão do Boca (2/2), os materiais também estarão na Passarela Nego Quirido e nos carnavais dos bairros. Para a assessora de Políticas Públicas para as Mulheres e Igualdade de Gênero, Andrea Vergani, é importante que a importunação e o assédio sexual sejam combatidos com ainda mais força durante o Carnaval. “É uma época que, infelizmente, precisamos reforçar que ninguém pode invadir nossos corpos sem a nossa permissão. Só o sim é sim”, explica.

Para conferir mais sobre os eventos do Carnaval 2024, acesse o site carnaval.floripa.com/

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa