Hoje é segunda-feira, 20 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALCasan avança em mais uma etapa da ampliação da ETE Insular

Casan avança em mais uma etapa da ampliação da ETE Insular

A companhia utilizou cerca de 35m³ de concreto para construção da laje da Estação Elevatória de Gordura, das passarelas do Tanque Aerador 03 e das paredes do Reservatório de Geocálcio

Uma nova operação de concretagem da CASAN (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) foi realizada na segunda-feira (13) nas obras de ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto Insular, maior ETE de Florianópolis. A companhia utilizou cerca de 35m³ de concreto para construção da laje da Estação Elevatória de Gordura, das passarelas do Tanque Aerador 03 e das paredes do Reservatório de Geocálcio.
 
As três estruturas vão possibilitar a ampliação da capacidade e a modernização do sistema de tratamento da estação. A Estação Elevatória de Gordura faz parte de uma etapa posterior ao chamado Desarenador, que vai retirar a areia e a gordura do efluente. Em seguida a essa etapa, a gordura será enviada para esta estação elevatória, que por sua vez encaminha o material para o tanque de lodo, tratado em separado e posteriormente descartado em aterro sanitário.
 
O Tanque Aerador 03, por sua vez, será a maior área de depuração da ETE. Ele vai atuar no chamado tratamento biológico do efluente, por meio da ação de microrganismos que se alimentam da matéria orgânica. Já o Reservatório de Geocálcio será responsável pela regulagem do nível de acidez (pH) do efluente.
 
Ao todo, serão construídas 13 novas unidades de tratamento que vão possibilitar aumentar a capacidade de depuração da estação para 612L/s de vazão máxima, quase 3 vezes a capacidade atual. O aumento da vazão vai permitir ampliar a capacidade de atendimento da população para aproximadamente 285 mil pessoas. As obras também vão promover uma modernização do sistema de tratamento com a adoção de uma tecnologia mais avançada de depuração  com tratamento terciário para a eliminação de nutrientes poluentes específicos.
 
As obras de ampliação do sistema de esgotamento sanitário Insular têm investimento de R$194 milhões, com recursos já garantidos junto à Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA).

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa