Hoje é segunda-feira, 24 de junho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALCasan completa dois terços da obra de ampliação da ETE Insular em...

Casan completa dois terços da obra de ampliação da ETE Insular em Florianópolis

As obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Insular têm investimento de R$194 milhões, com recursos já garantidos junto à Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA)

Após mais uma etapa de concretagem de estruturas de depuração da Estação de Tratamento de Esgoto Insular, a CASAN (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) concluiu na última terça-feira (28) dois terços das obras de ampliação da unidade. O objetivo da obra é triplicar a capacidade de tratamento atual, atingindo 612 litros por segundo de vazão máxima. As obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Insular têm investimento de R$194 milhões, com recursos já garantidos junto à Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA).

No total, foram utilizados nesta etapa 48m³ de concreto, utilizado para construir parte das passarelas do Tanque de Aeração 03, dos pilares de sustentação e laje da Elevatória de Gordura, além da laje e paredes do Reservatório de Geocálcio. As três estruturas terão papel crucial no ciclo de tratamento e já vêm recebendo atenção da Companhia nas concretagens dos últimos dois meses.

A Estação Elevatória de Gordura vai encaminhar a gordura separada do efluente para o tanque de lodo. Lá, será tratada em separado e posteriormente descartada em aterro sanitário. O Tanque Aerador 03, será a maior área de depuração da ETE e vai atuar no chamado tratamento biológico do efluente, por meio da ação de microrganismos que se alimentam da matéria orgânica. Já o Reservatório de Geocálcio terá o papel de regular o nível de acidez (pH) do efluente.

Alta Tecnologia

A ampliação da ETE Insular vai promover uma modernização do sistema de tratamento, com destaque para duas tecnologias. A primeira é o chamado Reator de Biofilme de Leito Móvel ou MBBR (sigla em inglês Moving Bed Biofilm Reactor), que consiste no uso de anéis de plástico para aumentar a área de adesão de microorganismos no Tanque de Aeração. Com isso, a decomposição de matéria orgânica e compostos nitrogenados será acelerada.

A segunda é a do chamado Tratamento Terciário. Já adotada em outras Estações da Companhia como a ETE Ingleses, trata-se de uma tecnologia avançada voltada para a depuração de produtos poluentes como fósforo e nitrogênio amoniacal, assim como bactérias, vírus e outros microrganismos. O resultado final será um efluente de 98% de pureza.

Expansão do Tratamento

As obras de ampliação do SES Insular também vão aumentar o número de bairros atendidos pela Estação. Atualmente, atende a região central da Ilha, parte da bacia do Itacorubi e o Bairro Costeira do Pirajubaé. Com a expansão e a instalação de 52 km de novas redes, serão atendidos gradualmente os bairros Itacorubi, Parque São Jorge, Jardim Anchieta, Córrego Grande e Pantanal.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa