Hoje é segunda-feira, 20 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALCasan investe em válvulas para combater perdas de água no Sul da...

Casan investe em válvulas para combater perdas de água no Sul da Ilha

Ao todo, cerca de 13 mil usuários serão beneficiados nos bairros Ribeirão da Ilha, Morro das Pedras, Armação e Pântano do Sul

Em apoio ao controle e redução de perdas de água no Sul da Ilha, em Florianópolis, uma equipe da CASAN (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) instalou duas válvulas redutoras de pressão (VRPs) na última quinta-feira (25). Os equipamentos foram colocados em trechos das rodovias SC-405 (próximo ao Trevo do Erasmo) e SC-406 (próxima à Estação de Tratamento de Água da Lagoa do Peri). Ao todo, cerca de 13 mil usuários serão beneficiados nos bairros Ribeirão da Ilha, Morro das Pedras, Armação e Pântano do Sul.

Na capital, a Companhia trabalha com um índice de perdas de água na faixa de 35,8% em dados de 2023. Desse total é estimado que metade venha das chamadas perdas comerciais, que acontecem por fraudes e ligações clandestinas, e a outra metade das chamadas perdas físicas, que ocorrem quando o volume de água produzido não chega ao usuário devido a vazamentos. Diante desse cenário, o objetivo atual da CASAN é chegar até 2033 com 25% de perdas.

É aí que surgem as chamadas VRPs, grandes aliadas da Companhia na redução das perdas físicas. Essas válvulas são dispositivos que servem para regular o nível de pressão na rede que leva a água tratada até as casas. “A redução da pressão nas redes é uma estratégia importante para redução na ocorrência de vazamentos. Colocar as válvulas faz com que haja menos perdas e consequentemente mais eficiência, sem prejuízo ao abastecimento dos usuários”, afirma a engenheira Sheila Kusterko, da Comissão Permanente de Controle e Redução de Perdas da CASAN.

Um bom exemplo dessa eficiência está nas VRPs colocadas nos últimos cinco anos nos bairros Itacorubi, Cacupé, Ratones e Cachoeira do Bom Jesus. Nesses locais, a instalação fez cair em até 70% a ocorrência de vazamentos anuais em relação ao período anterior.

As válvulas instaladas na capital têm diferentes modos de funcionamento. “As que foram instaladas essa semana no Sul da Ilha e na maior parte dos outros pontos da cidade são as de saída fixa, que reduzem a pressão de forma constante”, explica Kusterko. “Mas no Cacupé, por exemplo, a Companhia já trabalha com um projeto piloto de válvulas inteligentes, controladas à distância e que regulam a pressão de acordo com estudos sobre a demanda, a pressão nos pontos mais altos e os horários de maior consumo”.

No caso do Sul da Ilha, a instalação também foi feita com um acompanhamento de estudos especiais. Segundo a técnica em saneamento Daniela Rodrigues, da Gerência Operacional, foram realizadas simulações hidráulicas e instalação de monitoramento de pressão em diversos pontos da região. “O objetivo foi avaliar o comportamento da rede de distribuição nos bairros. Depois, a partir do projeto definimos o local de instalação dos equipamentos e os parâmetros de ajuste das válvulas”, conta.

Após a instalação, os estudos vão continuar de forma setorizada para verificar o real impacto no combate às perdas nos próximos anos. Para isso, foi instalado junto à válvula da SC-406 um equipamento macromedidor, que vai controlar de perto o volume de água fornecido. “Com esse acompanhamento mais intensificado para identificar vazamentos e verificar o desempenho, está sendo criado um Distrito de Medição e Controle (DMC)”, coloca Rodrigo Henrique, chefe do setor operacional Costa Sul/Leste.

Inicialmente, o DMC vai abarcar os bairros Armação e Pântano do Sul. Também estão em processo de instalação ao longo de 2024 distritos similares para os bairros Barra da Lagoa, Ribeirão da Ilha e Tapera. Os distritos serão acompanhados de outras ações de combate às perdas, como a troca periódica de tubulações antigas, o acompanhamento de vazamentos ocultos, a troca preventiva de hidrômetros e o combate a fraudes e ligações irregulares.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa