Hoje é terça-feira, 20 de fevereiro de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALCreche de Florianópolis Anirson Antônio das Chagas traz pirata para desafiar crianças

Creche de Florianópolis Anirson Antônio das Chagas traz pirata para desafiar crianças

A atividade ocorreu no Educar no Verão, e teve como objetivo estimular a garotada a trabalhar em equipe para encontrar o tesouro perdido

Publicidadespot_img

No Núcleo de Educação Infantil Municipal Anirson Antônio das Chagas, no bairro Rio Tavares, o professor Ivan Stein se caracterizou como pirata para convidar os pequenos a se unir a ele em uma aventura em busca do tesouro perdido na unidade educativa.

Ivan é professor de educação física, lotado no Neim José Rodrigues Willamil localizado na Tapera, e decidiu realizar um exercício diferenciado e divertido, visando trabalhar os movimentos, incentivar a cooperação em equipe como também fazer os pequenos conhecerem todos os ambientes recreativos do Neim.

Vestido de pirata, o educador comandou uma caça ao tesouro, e juntamente com as professoras auxiliares, a criançada percorreu todo o espaço exterior da creche buscando por pistas escondidas entre os brinquedos do parquinho.

Com todas as charadas desvendadas, o grupo conseguiu revelar a localização do tesouro, que os estava esperando no saguão da creche recheado de sobremesas geladas como recompensa para saborearem e se refrescarem do calor.

A proposta foi muito bem recebida pela garotada, que resolveu com rapidez todos os desafios propostos pelo pirata, e para Maria Alice, de apenas 3 anos, foi a superação de seus medos. “Eu tenho muito medo de piratas, mas esse é bonzinho, gosto dele”.

Na sua primeira participação do Educar no Verão, o educador, que possui mais personagens além do pirata, se sente realizado em poder contribuir com as famílias dentro de um espaço interessante e usa desse meio para estimular a imaginação, trabalhar a coordenação motora e cognitiva dos pequeninos.

Para a supervisora escolar, professora Silvana Carvalho de Andrade, lotada no Neim Caetana Marcelina Dias, no Ribeirão da Ilha, a iniciativa foi com certeza um sucesso, “Como não conheço muito as professoras e as crianças que estão frequentando a creche, a atividade superou as minhas expectativas, pois foi muito bem recebida por todos”.

Na opinião da coordenadora da unidade, Laila Cunha, a garotada que participa da colônia de férias possui a oportunidade de conhecer um espaço diferente daquele que frequenta durante o ano letivo, faz novos coleguinhas, assim como, se relaciona com um novo grupo de profissionais. “O Educar no Verão não é como o ano letivo, as propostas são feitas mais no coletivo com uma questão mais lúdica, mas não deixando o pedagógico de lado”.

ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa