Hoje é sexta-feira, 19 de julho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALCrianças do CEI Nossa Senhora das Graças vivenciam cultura africana

Crianças do CEI Nossa Senhora das Graças vivenciam cultura africana

Projeto estimula a conscientização sobre a diversidade cultural desde a infância

Com brincadeiras, contação de histórias, culinária, música e dança, o grupo 4 matutino do Centro de Educação Infantil (CEI) Nossa Senhora das Graças, localizado no bairro Bela Vista, está aprendendo sobre diversidade cultural. “Esse é o tema do projeto anual dessa turma. No primeiro semestre, o foco foi nas contribuições que a cultura africana trouxe para o Brasil. Abordagem que surgiu após curiosidade das próprias crianças”, destacou a professora, Juliane de Fátima da Rosa Silva.

Livros que valorizam o respeito pela diferença, a empatia e a solidariedade foram lidos em sala, como “O Cabelo de Lelê”, “Elefante Elmer” e “As panquecas da Mama Paya”. As crianças também degustaram alimentos que foram trazidos pelos africanos para o Brasil, a exemplo de: manga, melancia, amendoim, banana e coco. Outra atividade desenvolvida foi uma roda de conversa explorando tecidos vindos diretamente da África.

O envolvimento das famílias também foi estimulado por meio de atividades enviadas para casa. “Ao longo desse semestre, elaboramos um questionário sobre a cultura familiar para conhecer a diversidade presente em nosso grupo”, explicou a professora auxiliar, Sandra Regina dos Santos. “Encaminhamos também a boneca Abayomi e tecidos para a confecção juntamente com a família. E construímos a caixa de pesquisa ‘Espaço nossa voz’, proposta pelo setor de Educação para as Relações Étnico-Raciais (Erer), para que a comunidade escolar compartilhe experiências relacionadas ao preconceito e à discriminação racial”, complementou a professora auxiliar, Luana Clamer Miorando.

As crianças aprenderam e se divertiram com canções e brincadeiras, como “oo lelê, Si Mama kaa” e “terra e mar”. Além disso, construíram instrumentos musicais, como caxixi, que é um tipo de chocalho, e tambor. O projeto do primeiro semestre foi concluído com apresentação da turma G4 matutino para as demais crianças do CEI. “É fundamental abordarmos sobre Educação para as Relações Étnico-Raciais desde a Educação Infantil. Marcos legais, como a Lei Federal nº 10.639/2003 e a Lei nº 11.645/2008, incluem a temática de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana no currículo escolar”, ponderou a diretora, Gabriela Franco Subtil.

Para o próximo semestre, o projeto evidenciará outras culturas presentes no grupo, como a venezuelana, cubana, e de outras regiões do Brasil, explorando diversos temas, partindo do interesse das crianças.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa