Hoje é quarta-feira, 29 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioSEGURANÇAEm ação rápida, bombeiro salva vida de duas crianças em praia de...

Em ação rápida, bombeiro salva vida de duas crianças em praia de Palhoça

Incidente provoca reflexão sobre os cuidados que precisam ser tomados nas praias e costões

O ato heroico de um bombeiro militar que salvou a vida de duas crianças no Mar Aberto serve de alerta para os cuidados que as famílias devem ter para uma diversão segura nas praias. Em Palhoça, que tem balneários, cachoeiras, rios e lagos muito visitados durante o verão, uma morte foi registrada na Praia de Fora desde o início da temporada propriamente dita, em 15 de dezembro.

Somando o período de pré-temporada, desde 15 de outubro, são cinco mortes confirmadas pelo Corpo de Bombeiros Militar: três em corpos de água doce e outras duas no mar.

A triste estatística só não aumentou na manhã de 8 de janeiro porque o bombeiro militar cabo Armando Genesio Martins Junior fez o salvamento de duas crianças no Mar Aberto.

O cabo Armando estava na beira do mar, aproveitando as férias com seu bebê, quando ouviu um banhista pedindo socorro ao perceber que as crianças estavam se afogando. Com o instinto natural de salvar quem está em risco de morte, o bombeiro militar pediu para alguém segurar seu bebê e lançou-se ao mar, dentro da corrente de retorno, sem nenhum tipo de equipamento, para realizar o salvamento.

A primeira criança foi retirada rapidamente da corrente e a segunda criança já estava mais afastada e já começava a ficar submersa quando o bombeiro a alcançou, realizando o resgate. O guarda-vidas do posto mais próximo chegou em seguida e auxiliou no salvamento, conduzindo a primeira criança até a areia.

O bombeiro relata que o mar estava com muito repuxo, uma situação que pode ser perigosa. Desde o dia 15 de dezembro, os bombeiros já registraram 88 arrastamentos nas praias de Palhoça: 73 na Guarda do Embaú, 10 na Ponta do Papagaio, dois na Pinheira e três na Praia do Sonho.

Para orientar os banhistas, o Corpo de Bombeiros divulga cartilhas com os principais cuidados que precisam ser tomados em praias e costões – lembrando que, em Florianópolis, também neste verão, um homem de 39 anos morreu ao cair do costão enquanto pescava na Praia de Naufragados.

Riscos em costões

Ao chegar à praia, peça orientações aos guarda-vidas
Banhe-se num raio de 200 metros do posto de guarda-vidas
Evite andar sobre costões e pedras
Não pise em locais com limo ou molhados
Observe antes se uma onda não poderá atingi-lo e jogá-lo ao mar
Antes de mergulhar, certifique-se da profundidade. Um acidente pode provocar sequelas irreversíveis
Sempre acate as orientações dos guarda-vidas

Na praia: como agir em corrente de retorno

As correntes de retorno são sinalizadas pelos guarda-vidas com o uso de bandeiras vermelhas ou placas de indicação
Para sair da corrente de retorno, nade paralelamente à praia
Para pedir auxílio, mantenha a calma, levante o braço e peça por ajuda atraindo atenção
Conserve sua energia boiando. Utilize a força das ondas para auxiliar no retorno à praia

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa