Hoje é quarta-feira, 24 de abril de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALLiberado o trânsito na nova ponte de madeira na Colônia Santana

Liberado o trânsito na nova ponte de madeira na Colônia Santana

Antiga estrutura foi destruída pelo temporal que atingiu o bairro no final de janeiro

Menos de um mês após o temporal que atingiu o bairro Colônia Santana, a Secretaria de Infraestrutura da Prefeitura de São José liberou nesta sexta-feira (23) a nova ponte de madeira, com aproximadamente 22 metros de extensão, que foi reconstruída no Rio Maruim. As vigas e as madeiras chegaram na localidade na segunda-feira (19) e, em seguida, duas escavadeiras foram deslocadas para reconstruir a estrutura, a cabeceira da ponte e as margens do rio.

A antiga ponte foi destruída por um temporal que atingiu o local no dia 28 de janeiro e, neste período, alguns moradores ficaram isolados e utilizavam um caminho alternativo para deslocamento. O prefeito Orvino Coelho de Ávila, o secretário de Infraestrutura, Nardi Arruda, e o vereador Jair Costa acompanharam durante a semana a reconstrução da estrutura.

“Quero pedir desculpas à comunidade que foi prejudicada, sei que há famílias que ficaram isoladas, mas fizemos na velocidade possível. Tivemos que encomendar as vigas, as madeiras e as toras. Felizmente, está saindo uma obra de qualidade”, destacou o prefeito, durante a vistoria.

Segundo o secretário de Infraestrutura, Nardi Arruda, foi feito um estudo a pedido do prefeito Orvino Coelho de Ávila para serem utilizadas vigas antigas da Ponte Hercílio Luz, mas não foi possível devido às condições do leito do rio Maruim e o tempo necessário para construção desta estrutura.

Após o temporal, no domingo (28), a Secretaria de Infraestrutura deslocou uma força-tarefa para a retirada de árvores e galhos em diversas ruas do bairro Colônia Santana, além da recuperação de cabeceiras de pontes. Com máquinas e equipamentos, os servidores cortaram e retiraram os galhos e árvores, melhorando o trânsito da região.

Também foi alterado um trecho na curva do Matias no Rio Pagará, uma antiga reivindicação da comunidade, devido ao local ser perigoso para o fluxo de veículos. Na ponte, localizada na divisa com Palhoça, São Pedro de Alcântara e Santo Amaro da Imperatriz, a Secretaria de Infraestrutura reforçou a cabeceira da ponte.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa