Hoje é domingo, 21 de julho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALMais quatro cavalos resgatados das vias públicas em São José

Mais quatro cavalos resgatados das vias públicas em São José

Ação da Fundação Municipal do Meio Ambiente e Cavalaria recolhe animais que estavam em situação de risco de se envolverem em acidentes de trânsito

A Prefeitura de São José por meio da Fundação Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (FMADS) resgatou, essa semana, mais quatro cavalos adultos e um potro na região de Alto Forquilha. Na segunda-feira (13), um garanhão baio, em bom estado, foi levado para base da Cavalaria em São Pedro de Alcântara, e um um égua tordilha, também em bom estado, para a base de Barreiros. Na terça-feira (14), mais um cavalo de pelagem lobuna e uma égua acompanhada de seu potro foram recolhidos também nas imediações do viaduto da alça norte e encaminhados para a Cavalaria.

O superintendente Adjunto, Agostinho Mignoni Júnior, explica que os resgates aconteceram após denúncias registradas por moradores na Ouvidoria, à PMSJ, à FADMS e à Cavalaria da Polícia Militar de Santa Catarina. Os animais resgatados passam agora pelos primeiros procedimentos, sendo submetidos a exames de mormo e anemia infecciosa, de maneira a receberem o sinal verde de que estão sãos.

Certificada a sanidade dos animais, eles deixam o piquete de isolamento na Cavalaria e são colocados à disposição dos proprietários, que têm 30 dias para reaver a posse. Decorrido o prazo, sem manifestação dos donos, os cavalos são colocados à disposição para serem adotados. Como é o caso recente do cavalo Pitaya, adotado por uma família da Ponta de Baixo.

Interessados na adoção podem se dirigir a Fundação do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, que por sua vez, vai analisar se o candidato à adoção tem condições para manter o animal saudável, oferecendo espaço adequado e alimentação correta.

CONVÊNIO

Em janeiro, a PMSJ renovou por mais cinco anos a parceria com a Cavalaria da PMSC. O convênio zela pela vida dos cavalos soltos em vias públicas e também da própria população, evitando acidentes de trânsito.

Mais secretarias foram incorporadas no trabalho. A FMADS continua atendendo as denúncias de animais soltos, emitindo guias de recolhimento e fica responsável pelo processo de adoção dos cavalos e na atualização dos registros de todos os animais recolhidos.

A Secretaria de Segurança deixa à disposição a Guarda Municipal para auxiliar nos resgates, receber os registros de trânsito e instaurar processos administrativos. Caso o animal apresente maus-tratos, a Secretaria de Saúde, por meio da Diretoria de Bem-Estar Animal, encaminhará um laudo que permitirá à PMSC o resgate do animal.

A PM assumiu mais atribuições na parceria. Agora fica responsável por recolher os animais soltos em via pública, pelo transporte, abrigo, atendimento clínico e exames. Além disso, o convênio informa que o órgão tem capacidade para comportar até 20 equinos.

 

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa