Hoje é quinta-feira, 30 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALMarcenaria em escola na Capital desenvolve habilidades práticas e criativas com estudantes

Marcenaria em escola na Capital desenvolve habilidades práticas e criativas com estudantes

Projeto da José do Valle Pereira será apresentado durante Seminário de Educação Integral

A Marcenaria “Feito pelo Desfeito”, da Escola Básica Municipal de Florianópolis José do Valle Pereira, no bairro João Paulo, está a todo vapor em 2024. As atividades começaram em outubro de 2023, fazendo parte do projeto de ampliação de jornada escolar da unidade, e com o objetivo de desenvolver habilidades práticas, criativas e colaborativas nos estudantes por meio da criação de projetos em madeira. Este ano, a marcenaria atende toda a comunidade escolar, com diferentes anos e modalidades, durante todos os dias da semana.

Nesta quarta-feira, 24 de abril, a oficina “Feito pelo Desfeito” será apresentada para a rede municipal de ensino de Florianópolis durante o Seminário de Educação Integral, que já inicia na terça-feira. Em seus dois dias, o evento ocorrerá pela manhã e à tarde no auditório Antonieta de Barros da Assembléia Legislativa de Santa Catarina.

As turmas da Escola Básica Municipal José do Valle Pereira escola decidem o que querem construir e fazem o pedido à oficina. De seis em seis estudantes, os grupos montam suas criações utilizando as ferramentas disponíveis como serra circular, furadeira e lixadeira.

Um dos intuitos do projeto é a integração de conceitos interdisciplinares, como matemática (medições, proporções), biologia (meio ambiente e seres vivos, propriedades da madeira) e arte (expressão criativa), por meio das atividades práticas de marcenaria. Além disso, busca-se a compreensão de ângulos, sistemas de medidas e pensamento espacial, além da exploração de forma, cores e texturas.

As matérias-primas são oriundas de doações de marcenarias, fábricas de móveis e até da Comcap. São restos de materiais que passam a ser remodelados pelos estudantes. “A busca destas parcerias tem sempre o olhar atento da diretora da escola, Alessandra, que acredita no projeto”, ressalta Evaldo Pinheiro, responsável pelo projeto atualmente. Ele é especialista em gestão escolar e coleta experiências com a marcenaria desde a infância e juventude, pois sua família atua nesta área.

UMA REALIDADE PROMISSORA

A Educação Integral da rede municipal de ensino de Florianópolis, com um total de 22 unidades dedicadas a essa modalidade, atende 2.972 estudantes. Destaca-se ainda um incremento significativo de 530 estudantes em comparação entre os anos de 2023 e 2024.
Além disso, a ampliação da jornada escolar é uma realidade em 39 unidades, beneficiando um total de 7.290 estudantes. Conforme o secretário de Educação, Eduardo Gutierres, “essa expansão reflete o compromisso da rede em oferecer uma educação integral e de qualidade para todos os estudantes”.

O Seminário de Educação Integral , assinala Eduardo Gutierres, visa promover uma discussão abrangente e enriquecedora sobre a importância da educação integral, destacando suas contribuições e os desafios que são enfrentados.

Nas unidades educativas de Ensino Fundamental com Educação Integral em Tempo Integral, as atividades de ensino e aprendizagem transcendem os limites dos componentes curriculares tradicionais. Elas abrangem uma variedade de eixos formativos, como Apoio Pedagógico (letramento e numeramento), Empreendedorismo Social, Artes e Culturas, Educomunicação e Cultura Maker, Educação em Direitos Humanos, Corporeidade e Movimento, Sustentabilidade Ambiental e Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS).

Esses temas serão abordados em mesas e colóquios ao longo dos dois dias do seminário.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa