Hoje é quinta-feira, 30 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioColuna do EditorOperação “Parquímetro” tem 2ª fase na Capital; mudança da UPA do Sul...

Operação “Parquímetro” tem 2ª fase na Capital; mudança da UPA do Sul da Ilha e outras notas

Deic realizou nesta terça (23) nova fase da Operação com cumprimento de novas buscas e apreensões, além do sequestro e indisponibilidade de bens dos investigados no valor de R$ 25 milhões. Entre os investigados está o ex-vice-prefeito João Batista Nunes; veja também outras notas

Operação “Parquímetro” tem 2ª fase na Capital

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Investigação à Lavagem de Dinheiro da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), com apoio técnico e operacional do Laboratório de Tecnologia Contra Lavagem de Dinheiro da DEIC, deflagrou, nesta terça-feira (23), a segunda fase da operação “Parquímetro”. No total, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão na Capital e em Palhoça.

O inquérito apura possíveis irregularidades no contrato firmado entre município de Florianópolis e a empresa Dom Parking que administrava o estacionamento rotativo, que, por seus gestores, ao longo de oito anos de exploração deixou de repassar para a prefeitura quase R$ 20 milhões, revelando omissão na fiscalização e possíveis pagamentos de propinas a agentes públicos e políticos, além do enriquecimento do núcleo familiar responsável pela empresa, com a apropriação de volume expressivo dos valores que eram movimentados em espécie.

Entre os envolvidos nesta nova fase está o ex-vice-prefeito João Batista Nunes cuja residência foi alvo de busca e apreensão. Os trabalhos que estão sendo conduzidos pelo delegado, Jeferson Prado Costa, apuram denúncias de irregularidades no contrato firmado pelo município de Florianópolis e a Dom Parking, que por oito anos explorou o serviço de estacionamento rotativo (entre 2013 e 2019). A empresa foi contratada pelo município na gestão do ex-prefeito Cesar Souza Júnior (PSD) e o contrato foi rompido no governo Gean Loureiro (UB), após a empresa não fazer os repasses dos valores definidos ao município nas operações. À época dos fatos, a secretaria de Mobilidade era comandada pelo PSDB.

A primeira fase da operação foi deflagrada em 5 de maio de 2021 e, na oportunidade, foram cumpridos 42 mandados de busca e apreensão. Após a deflagração da primeira fase, foram analisados documentos, celulares, mídias, colhidos diversos depoimentos, o que viabilizou nova representação para cumprimento das novas buscas, além do sequestro e indisponibilidade de bens dos investigados no valor de R$ 25 milhões.

COLUNA DO WHATSAPP – Quem quiser receber esse conteúdo no whatsapp, é só clicar e ingressar no grupo: https://chat.whatsapp.com/H2w34yUIK4F7SVYj69cyZ9

Saúde no sul da ilha

Decisão da prefeitura de transferir a UPA do Sul da Ilha para a estrutura do Hospital Dia que será implantado no antigo Aeroporto Hercílio Luz é no mínimo lamentável. Primeiro pela questão de acessibilidade. Prejudicará a vida de milhares de famílias que moram no Campeche e redondezas que precisarão se deslocar por uma distância maior para encontrar atendimento. Segundo porque deixa de ampliar o atendimento. Se o Sul da Ilha tem um ponto estratégico na área da saúde que é a UPA e com o Hospital Dia ficaria servido com duas estruturas, com essa medida ficará na mesma, com apenas uma estrutura. Prefeito Topázio Neto, ainda há tempo para rever isso!

Luto Perinatal

O Luto Perinatal foi debatido na Câmara da Capital. Nesta segunda-feira (22) foi realizada uma reunião que analisou a proposta de criação de um espaço dedicado ao Luto Perinatal, no Jardim Botânico de Florianópolis. O encontro teve a presença do presidente da Câmara, João Cobalchini e da vereadora Carla Ayres (PT). Também estiveram presentes pessoas e entidades ligadas ao tema como a Amparo Luto Perinatal. O debate é importante para que as pessoas de bebês breves possam ter um local para fazer as reflexões e homenagens necessárias.

Debate na Câmara

Cavalo amarrado em poste

Foi realizada a primeira reunião do grupo de trabalho para revisão legislativa do Código de Posturas do Município, criada em 1974.

De acordo com o vereador Gabrielzinho, o objetivo das reuniões é revisar alterações legislativas que já não estão mais em uso, como por exemplo multar o cidadão por amarrar o cabalo (veículo utilizado à época) no poste, ou multar a catedral metropolitana pelo atraso no relógio.

“O município segue em constante evolução e precisa de leis atualizadas e condizentes com o atual período””, explica o vereador.

Revisão do Código de Posturas

Vereadores mais votados

Ex-vereador e ex-diretor do Procon Estadual Tiago Silva, publicou em suas redes sociais um registro interessante de encontro de gerações de vereadores da Capital. A foto, feita em um evento no final de semana, tem os três vereadores mais votados em Florianópolis nas últimas três legislaturas. Pela ordem, Tiago Silva em 2012; Pedrão Silvestre em 2016 e Marquito em 2020. Merece o registro. Será que é um ensaio para 2024 estarem juntos?

Vereadores mais votados nas últimas eleições

Vereadores de São José e Seif

Os vereadores de São José receberam, na tarde desta segunda-feira (22), a visita do senador Jorge Seif (PL). Foram apresentados pedidos de apoio para algumas das principais necessidades da cidade, fundamentalmente questões de infraestrutura, como a entrega do Contorno Vário da Grande Florianópolis.

O senador foi recepcionado na Casa pelo presidente, vereador Matson Cé (PSD) e pelo prefeito municipal, Orvino Coelho de Ávila (PSD).

O senador se colocou à disposição dos vereadores, reforçando que não foi eleito para representar apenas o seu partido nem seus eleitores, mas sim todos os catarinenses. Ele também disse estar trabalhando para a definição de prioridades para as emendas parlamentares do próximo exercício. Pretende priorizar saúde e infraestrutura. “Teremos um recurso significativo, mas as demandas são grandes, pois pretendemos trabalhar para todos os catarinenses”, destacou.

O presidente da Câmara chamou a atenção do senador para necessidades como a obra da nova Beira-rio Forquinhas. Ele pediu que o senador defenda, junto ao governo do Estado, o convênio com o Estado que ajuda a viabilizar financeiramente a obra. O vereador Rodrigo Andrade lembrou da importância da conclusão do Contorno Viário. Já o vereador Jair Santilho da Costa pediu atenção para a SC-281 e a necessidade de construção de elevados para integração com as demais estruturas viárias da região. O vereador Alexandre Cidade também intercedeu por melhorias no Sisbi – Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal.

Seif e vereadores de São José

Mãos abanando

Só faltou ao senador Jorge Seif (PL) anunciar no evento a liberação de recursos para o município. Cada senador tem R$ 20 milhões em emendas no Orçamento da União que pode direcionar para suas bases. Seif foi muito bem votado no município, fazendo mais da metade dos votos. Agora aparece com as mãos abanando, parece até uma desfeita.

COLUNA DO WHATSAPP – Quem quiser receber esse conteúdo no whatsapp, é só clicar e ingressar no grupo: https://chat.whatsapp.com/H2w34yUIK4F7SVYj69cyZ9

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa