Hoje é domingo, 23 de junho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
InícioGERALPrefeitura de São José atua na prevenção e diagnóstico da diabetes

Prefeitura de São José atua na prevenção e diagnóstico da diabetes

A melhor forma de prevenir é praticando atividades físicas regularmente, mantendo uma alimentação saudável e evitando consumo de álcool, tabaco e drogas

A Prefeitura de São José, por meio da Secretaria de Saúde, intensificou os esforços para oferecer atendimento especializado e suporte emocional aos diabéticos, do Município. Durante o ano de 2023, distribuiu 2,6 milhão de tiras e 847 mil lancetas, para realização do controle da glicemia dos pacientes diabéticos insulinodependentes, para os 4,3 mil pacientes diabéticos inscritos, através do Programa Hiperdia.

A diabetes é um importante e crescente problema mundial. O Brasil é o quinto pais com maior incidência no mundo. Dados foram divulgados pela Sociedade Brasileira de Diabetes, que informou que mais de 17 milhões brasileiros vivem com a doença.  Além disso, muitos não sabem que tem o problema, pois é algo silencioso e se desenvolve ao longo do tempo.

Com uma abordagem centrada no cuidado integral, a administração municipal implementou diversas ações visando melhorar a qualidade de vida e promover a conscientização sobre a diabetes, incluindo uma série de iniciativas, desde campanhas de prevenção até a oferta de serviços médicos e de enfermagem especializados.

Dessa forma, a Prefeitura reflete o compromisso em garantir o bem-estar integral dos diabéticos, indo além do tratamento clínico e abraçando aspectos emocionais e sociais, relacionados à doença, destaca a secretária da Saúde, Sinara Simioni.

Ela reforça que a melhor forma de prevenir é praticando atividades físicas regularmente, mantendo uma alimentação saudável e evitando consumo de álcool, tabaco e drogas. “Comportamentos saudáveis evitam não apenas o diabetes, mas outras doenças crônicas”.

A doença pode se manifestar em dois tipos. A diabetes tipo 1 surge devido a uma reação autoimune: o sistema imunológico passa a identificar e atacar as células produtoras de insulina do pâncreas. Como resultado, o corpo produz pouca ou nenhuma insulina. A tipo 2 está diretamente relacionada a questões, como: histórico familiar, excesso de peso, má alimentação, sedentarismo e pressão alta.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa