Hoje é sábado, 18 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALProjeto para ampliação da compostagem em Florianópolis é 1° colocado em seleção...

Projeto para ampliação da compostagem em Florianópolis é 1° colocado em seleção nacional

Um projeto para ampliação da compostagem em Florianópolis, elaborado pela Secretaria do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, foi vencedor em seleção nacional organizada pelo Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima, do Governo Federal. A Capital ficou com o primeiro lugar geral e vai receber R$955.319,94 reais em investimentos para melhorias e implantação de novas ações. A classificação dos projetos, apresentados por mais de 150 municípios, foi divulgada na última segunda-feira, 21 de novembro.

“A nossa proposta tem como objetivo expandir a coleta seletiva de orgânicos na cidade, com foco principal nas áreas de periferia do Maciço do Morro da Cruz e Morro do Quilombo, melhorando a qualidade ambiental das comunidades, com o manejo adequado dos resíduos orgânicos e a promoção da agricultura urbana. Além disso, o projeto prevê o fortalecimento da Associação de Amigos do Parque Cultural do Campeche – Pacuca, contratada para o desenvolvimento de serviço contínuo de compostagem”, explica a gerente de planejamento da SMMADS, Daiana Bastezini.

De forma mais detalhada, nas comunidades do Maciço, do Morro do Quilombo e Campeche, pelo menos 6 mil famílias serão sensibilizadas sobre a separação dos resíduos. A distribuição de baldinhos para orgânicos, expansão da coleta de orgânicos e secos, capacitação de pessoas para o gerenciamento de hortas agroecológicas e a ampliação da capacidade de compostagem no Pacuca estão entre as medidas planejadas.

“Florianópolis ocupa lugar de destaque nacional na valorização dos resíduos orgânicos com o desvio de 12,68% da fração orgânica do aterro sanitário, graças aos métodos consolidados de coleta e tratamento. Com o recurso podemos garantir melhorias necessárias nessas localidades, fechando todo o ciclo da matéria orgânica no próprio território, em mais um esforço para alcançar as metas Lixo Zero estabelecidas”, salienta o secretário de meio ambiente e desenvolvimento sustentável, Fábio Braga.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa