Hoje é segunda-feira, 20 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALSão José segue mobilizada para vacinação contra a gripe; veja quem deve...

São José segue mobilizada para vacinação contra a gripe; veja quem deve receber

Até o momento, cerca de 27 mil pessoas foram vacinadas, e isso representa apenas 31% da meta

A Campanha Contra a Influenza iniciou dia 20 de março em São José e, até o momento, cerca de 27 mil pessoas foram vacinadas, e isso representa apenas 31% da meta do público-alvo. A Prefeitura reforça que quem faz parte do público-alvo e ainda não se imunizou deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima, para receber a vacina. O imunizante previne três tipos do vírus influenza: H1N1, H3N2 e influenza B.

Segundo a diretora de Vigilância Epidemiológica, Katheri Zamprogna, a vacinação neste momento está sendo priorizada ao grupo de pessoas mais expostas e com risco de gravidade para o vírus da influenza, um dos principais agentes das infecções respiratórias. “A vacinação é fundamental no que diz respeito à prevenção de doenças e naturalmente, evitando as hospitalizações.”

A meta estipulada para cobertura vacinal é de 90% de cada grupo da população-alvo (100 mil). Os idosos são os que mais procuram pela imunização, seguido pelas crianças e trabalhadores da saúde. Apesar de importante para mãe e o bebê, as grávidas estão no grupo dos que menos procuraram pela vacina. A campanha segue até o dia 31 de maio.

Público alvo primeira etapa:

  •       Crianças de 6 meses a menores de 6 anos
  •       Crianças indígenas de 6 meses a menores de 9 anos
  •       Trabalhadores da Saúde
  •       Gestantes
  •       Puérperas
  •       Professores dos ensinos básico e superior
  •       Povos indígenas
  •       Idosos com 60 anos ou mais
  •       Pessoas em situação de rua
  •       Profissionais das forças de segurança e de salvamento
  •       Profissionais das Forças Armadas
  •       Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independente da idade)
  •       Pessoas com deficiência permanente
  •       Caminhoneiros
  •       Trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longo curso)
  •       Trabalhadores portuários
  •       Funcionários do sistema de privação de liberdade
  •      População privada de liberdade, além de adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas (entre 12 e 21 anos)
spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa