Hoje é sábado, 24 de fevereiro de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALSaúde na Escola de São José multiplica conhecimento no ambiente familiar

Saúde na Escola de São José multiplica conhecimento no ambiente familiar

Programa dissemina informação sobre saúde bucal, prevenção a drogas, alimentação saudável, combate ao mosquito da dengue e Covid-19

Publicidadespot_img

A saúde bucal, combate ao mosquito Aedes aegypti, alimentação saudável e a prevenção ao uso de álcool e drogas foram alvo do Programa Saúde na Escola (PSE) no ano de 2022. Mas o assunto que dominou a pauta foi a prevenção da Covid-19 dominou as ações do programa nas unidades de ensino em 2022. Mais de 10 mil crianças e adolescentes receberam orientações sobre o tema. Ainda, houve a atualização vacinal de mais de 4 mil crianças, com caderneta verificada.

As ações acontecem em parceria das Secretarias Municipais de Saúde e de Educação. O apoio vem das instituições de ensino superior da região, que disponibilizam acadêmicos para reforçar as orientações na área da saúde. A meta do Programa Saúde na Escola para o biênio 2023–2024 é ampliar o atendimento para os 24 Centros de Educação Municipal (CEMs) e 41 Centros de Educação Infantil (CEIs). “A escola é um local privilegiado para promoção da saúde. Os estudantes estão sempre muito interessados nos assuntos e esses conhecimentos estimulam hábitos saudáveis, que acabam se multiplicando no ambiente familiar”, frisou a secretária de Saúde, Sinara Simioni.

No ciclo de 2023-2024, 30 unidades educacionais da rede municipal de ensino de São José estão oficialmente pactuadas com o programa federal. “O objetivo do programa, desenvolvido em âmbito federal, é a atenção integral às crianças e aos estudantes da rede pública com ações de prevenção, promoção e atenção à saúde. A proposta fortalece a articulação entre os profissionais de saúde e educação para ampliar o acesso aos serviços de saúde e consequentemente melhorar a qualidade de vida dos nossos educandos”, explicou a coordenadora municipal do PSE e pediatra, Danielle Machado Moreira.

Para contribuir com a formação integral dos alunos, com ações de promoção, prevenção e atenção à saúde, o programa conta com o enfrentamento de condições que comprometam o desenvolvimento de crianças e adolescentes da rede municipal de ensino. Atualmente o Município conta com 30 escolas pactuadas.

Sobre a alimentação saudável receberam orientações, em média, 1 mil crianças. O diagnóstico nutricional atendeu mais de 5 mil crianças e adolescentes. Já a saúde bucal contou com o envolvimento de 600 crianças. Outra ação realizada na rede municipal pelo programa foi a saúde ocular. Durante o ano de 2022, foram avaliadas 145 crianças com acuidade visual.

A equipe lembra que as crianças e adolescentes com alguma alteração que necessitavam de avaliação especializada, foram encaminhadas para a Unidade Básica de Saúde.

A temática trabalhada em cada unidade escolar é debatida entre os profissionais da Unidade Básica de Saúde (UBS) e do CEM ou CEI. “Formamos grupos de trabalhos locais para analisarmos as necessidades de cada instituição e definirmos a melhor abordagem. Muitas vezes atuamos na formação dos profissionais de educação para que eles trabalhem esses assuntos em aula”, detalhou Danielle.

ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa