Hoje é domingo, 23 de junho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
InícioGERALSaúde na Escola de São José multiplica conhecimento no ambiente familiar

Saúde na Escola de São José multiplica conhecimento no ambiente familiar

Programa dissemina informação sobre saúde bucal, prevenção a drogas, alimentação saudável, combate ao mosquito da dengue e Covid-19

A saúde bucal, combate ao mosquito Aedes aegypti, alimentação saudável e a prevenção ao uso de álcool e drogas foram alvo do Programa Saúde na Escola (PSE) no ano de 2022. Mas o assunto que dominou a pauta foi a prevenção da Covid-19 dominou as ações do programa nas unidades de ensino em 2022. Mais de 10 mil crianças e adolescentes receberam orientações sobre o tema. Ainda, houve a atualização vacinal de mais de 4 mil crianças, com caderneta verificada.

As ações acontecem em parceria das Secretarias Municipais de Saúde e de Educação. O apoio vem das instituições de ensino superior da região, que disponibilizam acadêmicos para reforçar as orientações na área da saúde. A meta do Programa Saúde na Escola para o biênio 2023–2024 é ampliar o atendimento para os 24 Centros de Educação Municipal (CEMs) e 41 Centros de Educação Infantil (CEIs). “A escola é um local privilegiado para promoção da saúde. Os estudantes estão sempre muito interessados nos assuntos e esses conhecimentos estimulam hábitos saudáveis, que acabam se multiplicando no ambiente familiar”, frisou a secretária de Saúde, Sinara Simioni.

No ciclo de 2023-2024, 30 unidades educacionais da rede municipal de ensino de São José estão oficialmente pactuadas com o programa federal. “O objetivo do programa, desenvolvido em âmbito federal, é a atenção integral às crianças e aos estudantes da rede pública com ações de prevenção, promoção e atenção à saúde. A proposta fortalece a articulação entre os profissionais de saúde e educação para ampliar o acesso aos serviços de saúde e consequentemente melhorar a qualidade de vida dos nossos educandos”, explicou a coordenadora municipal do PSE e pediatra, Danielle Machado Moreira.

Para contribuir com a formação integral dos alunos, com ações de promoção, prevenção e atenção à saúde, o programa conta com o enfrentamento de condições que comprometam o desenvolvimento de crianças e adolescentes da rede municipal de ensino. Atualmente o Município conta com 30 escolas pactuadas.

Sobre a alimentação saudável receberam orientações, em média, 1 mil crianças. O diagnóstico nutricional atendeu mais de 5 mil crianças e adolescentes. Já a saúde bucal contou com o envolvimento de 600 crianças. Outra ação realizada na rede municipal pelo programa foi a saúde ocular. Durante o ano de 2022, foram avaliadas 145 crianças com acuidade visual.

A equipe lembra que as crianças e adolescentes com alguma alteração que necessitavam de avaliação especializada, foram encaminhadas para a Unidade Básica de Saúde.

A temática trabalhada em cada unidade escolar é debatida entre os profissionais da Unidade Básica de Saúde (UBS) e do CEM ou CEI. “Formamos grupos de trabalhos locais para analisarmos as necessidades de cada instituição e definirmos a melhor abordagem. Muitas vezes atuamos na formação dos profissionais de educação para que eles trabalhem esses assuntos em aula”, detalhou Danielle.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa