Hoje é domingo, 26 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALSC tem previsão de temporais com chuva intensa e volumosa entre quinta...

SC tem previsão de temporais com chuva intensa e volumosa entre quinta e sexta (3)

Na sexta-feira, 3, a frente fria se estabelece sobre Santa Catarina, mantendo a condição de chuva volumosa para as áreas em vermelho e laranja do mapa

A chuva ganhou força em Santa Catarina na madrugada desta quinta-feira, 2, os volumes de precipitação superaram os 100 mm na região do Litoral Sul, devido à aproximação de uma frente fria vinda do Rio Grande do Sul. De acordo com o Monitoramento e Alerta da Secretaria da Proteção e Defesa Civil (SDC), o avanço deste sistema traz chuvas intensas e volumosas para o Grande Oeste, Planalto Sul e Litoral Sul, especialmente nas áreas de divisa com o estado gaúcho, podendo avançar até as regiões do Alto Vale do Itajaí e Grande Florianópolis. 

Na sexta-feira, 3, a frente fria se estabelece sobre Santa Catarina, mantendo a condição de chuva volumosa para as áreas em vermelho e laranja do mapa. Em todo o período também são esperados temporais com descargas elétricas, fortes rajadas de vento e eventual queda de granizo. Os acumulados entre a quinta, 2, e a sexta-feira, 3, devem variar entre 150 mm e 200 mm no Extremo Oeste, Oeste e em áreas do Meio-Oeste, Planalto Sul e Litoral Sul que fazem divisa com o RS, podendo pontualmente superar estes valores. Na metade norte do Meio-Oeste, Planalto Sul, Litoral Sul e nas áreas em laranja do Alto Vale do Itajaí e Grande Florianópolis, os volumes devem ficar em torno dos 100 mm.

VEJA VÍDEOS DOS ESTRAGOS EM SC: https://www.instagram.com/p/C6enI2VvFe3/?igsh=MXdqanRsaW92ZGR6aw==

Doze municípios já registram ocorrências

Até o momento, 12 municípios registraram informações de ocorrências, sendo eles: Praia Grande, São João do Sul, São Joaquim, Urupema, Painel, Balneário Rincão, Urussanga, Criciúma, Içara, Orleans, Alto Bela Vista e Ipira. Desses municípios, Praia Grande foi o único que decretou Situação de Emergência (SE). Não foram solicitados itens de assistência humanitária.

Um morte em Ipira foi registrada, mas ainda se investiga se ocorreu em decorrência das fortes chuvas. Além disso, seis pessoas estão desalojadas e seis desabrigadas em Praia Grande, quatro pessoas desalojadas em Orleans, uma família está desalojada em São Joaquim, e 16 pessoas desalojadas em São João do Sul.

Condições hidrológicas e geológicas para SC

Os altos volumes previstos de chuva trazem risco alto para enxurradas e inundações nas bacias hidrográficas nas regiões do Grande Oeste e Planalto Sul catarinense. Entre esta quinta e sexta-feira, são esperadas elevações significativas nos níveis dos rios nestas regiões, principalmente para o Rio Uruguai em municípios de divisa com o Rio Grande do Sul, como Itapiranga, Mondaí, Palmitos e Águas de Chapecó, além de municípios próximos aos Rios Chapecó, Chapecozinho e do Peixe. 

Nestas bacias, o risco também é alto para enxurradas, principalmente em áreas mais próximas às cabeceiras das bacias, e em riachos e ribeirões que atravessam as cidades. Para as bacias do Litoral Sul, principalmente dos Rios Mampituba e Araranguá, e do Rio Canoas, na região do Planalto Sul, o risco é alto para enxurradas e moderado para inundações. Indica-se também a condição de atenção para possibilidade de enxurradas e inundações para as bacias hidrográficas do Alto Vale do Itajaí e Grande Florianópolis, onde, de acordo com o aviso meteorológico, há divergências entre os modelos meteorológicos quanto à localização da posição das chuvas.

Da mesma forma, com a previsão das chuvas acumuladas entre quinta, 2, e sexta-feira, 3, as condições geológicas apresentam risco muito alto nas áreas em vermelho no mapa, principalmente para o Extremo Oeste, Oeste e Meio-Oeste catarinense. Eventos pontuais de deslizamentos podem ocorrer em áreas fragilizadas em cidades nas regiões de Chapecó, Concórdia e Campos Novos. O risco é alto para deslizamento e fluxo de detritos nas áreas em laranja do mapa, como parte do Grande Oeste, Planalto Sul e Litoral Sul. 

Pode-se ressaltar áreas com histórico de ocorrências, como São Joaquim, Timbé do Sul e Praia Grande na região serrana do sul do estado. Ressalta-se que as movimentações do solo podem ocorrer pontualmente em áreas já mapeadas com risco de deslizamentos e áreas fragilizadas pelo encharcamento do solo das chuvas que já vêm ocorrendo nos últimos dias. Dessa forma, recomenda-se ainda ficar atento aos sinais de movimentação do solo, como trincas em paredes e muros, inclinação de postes e árvores, além de estalos nas áreas de encosta.

Recomendações para a população

  • Mantenha-se informado sobre as condições meteorológicas locais nas redes oficiais da SDC;
  • Não trafegue em áreas sujeitas a alagamentos;
  • Não transite em pontes ou pontilhões submersos;
  • Cuidado redobrado com crianças próximas a rios ou ribeirões;
  • Reforce a segurança em telhados e estruturas que possam ser afetadas por ventos fortes;
  • Evite atividades ao ar livre durante temporais e busque local abrigado;
  • Fique atento a inclinação de postes e árvores;
  • Fique atento aos movimentos de terra ou rochas próximas a sua residência;
  • Fique atento a rachaduras em muros e paredes.

Avisos e Alertas da SDC

A Secretaria de Estado da Proteção e Defesa Civil de Santa Catarina reitera a necessidade de acompanhar diariamente os avisos e boletins devido às constantes atualizações nos modelos de previsão do tempo.

Para receber os avisos e alertas da Secretaria de Estado da Proteção e Defesa Civil de Santa Catarina por SMS, cadastre-se com seu celular. Basta enviar o CEP de sua cidade ou da localidade que deseja monitorar (com ou sem hífen ou espaço) por SMS para o número 40199. 

Para inserir mais de um CEP a ser monitorado, basta repetir o procedimento. Além disso, acompanhe diariamente os avisos e boletins de previsão do tempo devido às atualizações nos modelos meteorológicos no site www.defesacivil.sc.gov.br

Prefeitura de Florianópolis está arrecadando mantimentos para população do Rio Grande do Sul atingida pelas chuvas

Nesta quinta-feira, 02, a Prefeitura de Florianópolis, através da Fundação Rede Solidária Somar Floripa, iniciou uma campanha de arrecadação de mantimentos para auxiliar a população gaúcha que está sofrendo com inundações causadas pelas fortes chuvas que atingem o estado do Rio Grande do Sul.

O Prefeito da Capital, Topazio Neto, pede para que os cidadãos florianopolitanos colaborem com a campanha. “A população do Rio Grande do Sul está passando por um momento muito difícil, em que a água levou ou estragou tudo que tinham. Como vizinhos, temos a missão de contribuir como podemos. Deixem a solidariedade tocar seus corações e ajudem da maneira que for possível”.

Para contribuir, os interessados devem levar suas doações até os pontos de coleta da Prefeitura de Florianópolis, que estão localizados na Fundação Somar – R. Padre Lourenço R. de Andrade, n° 180, Santo Antônio de Lisboa – e na Secretaria Municipal do Continente – R. João Evangelista da Costa, n° 781, Capoeiras – que farão plantão das 8h às 17h, de segunda-feira a sexta-feira, e das 9h às 16h, no sábado e domingo.

Entre os itens solicitados pela administração pública de Porto Alegre estão colchões, roupas de cama (lençol e fronha), itens de higiene e limpeza, água, e ração para cães e gatos. No entanto, qualquer doação será bem-vinda.

A Presidente Voluntária da Fundação Somar, Beatriz Silveira, pede à comunidade que se una para ajudar aqueles que mais precisam nesse momento. “Florianópolis é conhecida por seu povo acolhedor, e neste momento não pode ser diferente, logo que os nossos irmãos gaúchos estão precisando de nós. Por esse motivo pedimos a colaboração de todos. Juntos faremos a diferença”.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa