Hoje é sábado, 20 de abril de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioECONOMIAServidoras de São José participam de palestra sobre educação financeira

Servidoras de São José participam de palestra sobre educação financeira

Daiane Gubert, idealizadora da página “Endinheirando Mulheres”, conta como saiu das dívidas e ingressou no mercado financeiro

O auditório Norte da Secretaria de Educação foi totalmente ocupado pelas servidoras municipais nesta segunda-feira (18). A Prefeitura de São José, por meio da Secretaria de Saúde, resolveu presentear as mulheres do serviço público com uma palestra ministrada por Daiane Gubert, idealizadora da página “Endinheirando Mulheres”, colunista da Rádio CBN e cofundadora da Phidias Investimentos.

A palestra “Mulheres e Dinheiro, como melhorar essa relação” discute sobre a educação financeira para mulheres. Daiane conta como saiu das dívidas, para trabalhar no mercado financeiro e dá dicas práticas para as servidoras conseguirem rentabilizar os ganhos.

A primeira-dama Sandra Mikulski comentou com Daiane sobre a gestão do prefeito Orvino Coelho de Ávila ter 50% de mulheres em cargos de liderança e de como o tema da palestra é pertinente e alusivo a março.

“O mês de março é abençoado em São José, por ser o mês da mulher e também aniversário de fundação da nossa cidade. Aproveito o ensejo para convidar todas para comemorar os 274 anos de São José amanhã”, falou a primeira-dama.

A Secretária Municipal de Saúde Sinara Simioni também afirmou a importância do tema, pois segundo ela, se as finanças não vão bem, não tem como tocar os outros temas da vida.

A matemática na vida da mulher

Segundo Daiane Gubert, as mulheres começaram a aprender matemática na escola apenas em 1827, quando o marquês de Santo Amaro afirmou que seria interessante pelo menos ensinar as contas básicas de adição, subtração, divisão e multiplicação para que as mulheres agregassem o conhecimento na costura, para medir tecidos, por exemplo.

Desde então,o dinheiro tem sido algo “distante” para a maioria das mulheres. “Para os homens o dinheiro representa posses e para as mulheres representa liberdade”, afirmou Daiane.

Dicas

A palestrante reforçou as dificuldades que o endividamento tem na vida das mulheres, como depressão, insônia, irritação, baixo autoestima e constrangimento.

Ela incentivou as servidoras a organizar o dinheiro em planilhas, ter uma reserva de emergência, abrir uma conta em corretora para buscar apoio técnico, avaliar o próprio perfil de investimentos e montar uma carteira diversificada.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa