Hoje é segunda-feira, 20 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALTemporada de verão encerra com 2 milhões de turistas em Florianópolis

Temporada de verão encerra com 2 milhões de turistas em Florianópolis

Período foi marcado ainda pela disponibilização de teleatendimento em saúde para turistas

Com mais de 42 praias, segurança e atendimento em saúde diferenciado para turistas, Florianópolis recebeu dois milhões de pessoas na temporada de verão 2023/2024, segundo levantamento da Secretaria de Turismo, Cultura e Esportes do município. Entre os visitantes, 73,6% vieram de cidades vizinhas, diferentes regiões de Santa Catarina e outros estados brasileiros. A parcela restante, 26,4%, é representada por visitantes oriundos do exterior, grupo que teve a maior representação dos últimos anos na somatória.

A maioria dos turistas considerou a oferta dos serviços na cidade como boa ou ótima, em avaliação da Fecomércio/SC, colocando a Capital dentro da “zona de excelência” em satisfação dos visitantes. Na perspectiva do setor, a avaliação também foi positiva, com mais de 59% dos empresários avaliando como bom ou muito bom o movimento de clientes, com estadia média de 10 dias.

Ocupação hoteleira

De dezembro a março, a ocupação hoteleira do município se manteve acima de 60% em todo o período, com média de 76% e destaque para janeiro, em que a média do mês foi de 81,7%. No Réveillon a ocupação atingiu seu pico, com 91% das vagas preenchidas nos empreendimentos localizados nas praias e 87,3% na região central. A alta demanda se repetiu no Carnaval, com 84,1% e 79%, respectivamente.

Mesmo no final da temporada, o feriado de Páscoa também teve procura expressiva, com 81,4% de ocupação nas praias e 62,7% das vagas dos hoteis do Centro. “O resultado do período reforça o protagonismo de Florianópolis como um destino de verão e consolida a qualidade de nossos serviços, segurança e diversidade de atrativos, que não ficam restritos à temporada”, salienta a secretária de turismo, cultura e esporte, Zena Becker.

Melhora no saneamento

Se no verão passado as medições do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina – IMA/SC apontavam um cenário crítico na qualidade da água das praias da Capital, na temporada 2023/2024 caiu pela metade a quantidade de locais impróprios para banho. No início de janeiro, dos 87 pontos totais monitorados na Capital, 59 estavam adequados para banho, com somente 28 impróprios. Na temporada anterior, o resultado tinha sido o oposto, com 53 pontos impróprios e 34 próprios.

“Essa é uma melhora significativa, com impacto direto na qualidade do lazer de quem veio apreciar nosso litoral. É o resultado de um compromisso que assumimos com os moradores, comerciantes e com a cidade. Ao longo de todo o ano, não medimos esforços para que o que aconteceu na temporada 2022/2023 não se repetisse”, comenta o secretário de meio ambiente e desenvolvimento sustentável, Eduardo Sardá.

Antes mesmo do encerramento da temporada anterior, a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável iniciou diferentes ações em toda a cidade para a melhoria do saneamento, com foco para o Pacto pelo Saneamento. O plano de ação, lançado em fevereiro de 2023, que mais tarde virou lei, buscou minimizar a ocorrência de poluentes nos corpos hídricos, melhorar a drenagem e cobertura de esgoto na Capital, com previsão da ampliação do acesso ao serviço nos próximos anos.

Dando sequência ao trabalho de melhoria das condições ambientais, em Canasvieiras, uma das praias mais buscadas pelos turistas, um grande projeto de revitalização e desassoreamento foi desenvolvido para o Rio do Brás. “Até o final de 2024 queremos transformar as margens do rio e garantir também que o leito esteja de acordo com as necessidades do ambiente aquático. Hoje assoreado, deve ganhar mais profundidade, equipamentos para oxigenação da água e a retirada do lodo acumulado”, finaliza Sardá.

Mais opções de saúde

Como o primeiro município do país a oferecer teleatendimento em saúde para turistas, a Prefeitura de Florianópolis inovou nesta temporada. A ampliação do Alô Saúde Floripa para o atendimento de residentes e não residentes possibilitou que as demandas também fossem solucionadas pelo serviço digital, sem necessidade de encaminhamento para as unidades presenciais. Entre outubro de 2023 a março de 2024, foram realizados mais de 70 mil atendimentos em saúde por meio do serviço. Os atendimentos incluem desde o apoio com informações em saúde a consultas com profissionais médicos por videochamada.

Engordamentos de Praias

A temporada foi marcada pelo alargamento da praia de Jurerê, no Norte da Ilha, uma das mais frequentadas da cidade. Em 2023, já tinha sido realizado o alargamento de Ingleses, que contemplou mais de 2,8 km de orla. O de Jurerê, em 2024, foi o maior já realizado e no menor tempo: iniciado em 26 de fevereiro, ocorreu nos 3,38 km entre o costão do lado tido como Internacional, até cerca de 50 metros do costão do trecho conhecido como Tradicional, que faz divisa com Canajurê, não alargado por conta do Rio das Ostras.

Segurança

A Guarda Municipal realizou fiscalizações constantes e permanentes nos balneários, além da intensificação da realização de blitz de fiscalização de ruído e consumo de álcool. Foi lançado ainda o Zap Denúncia, contato para a população denunciar irregularidades às guarnições pelo WhatsApp. Foram mais de 3,2 mil itens irregulares apreendidos nas praias.

Operações de auxílio à mobilidade, fiscalização de estacionamentos, controle de trânsito nos pontos de maior movimento e outras questões relacionadas à circulação de veículos e pedestres foram realizadas constantemente, com reforço nos grandes eventos. Nas trilhas, a Prefeitura ainda implementou um programa de rondas, por terra e com drones, através da Guarda Ambiental.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa