Hoje é sábado, 13 de julho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALFlorianópolis instaura comitê para novo Plano de Redução de Riscos de deslizamentos

Florianópolis instaura comitê para novo Plano de Redução de Riscos de deslizamentos

Última atualização do estudo foi há 10 anos

A Prefeitura de Florianópolis lançou nesta semana o comitê de atualização do Plano Municipal de Redução de Riscos (PMRR). O estudo é em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e é focado nas áreas de possíveis deslizamentos, por ser o evento que oferece maior perigo de vida à população.

O trabalho será realizado por meio da Defesa Civil de Florianópolis, Secretaria Municipal de Planejamento e Inteligência Urbana (SMPIU) e Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano (SMHDU). O objetivo da atualização é verificar se as medidas preventivas propostas no plano anterior foram eficientes e se há novos setores de risco, considerando a dinâmica de ocupação da cidade.

O estudo une os profissionais e servidores da Prefeitura de Florianópolis, em conjunto com professores e pesquisadores dos cursos de geologia, geografia e do programa de pós-graduação em desastres naturais. No plano é feita a caracterização das áreas ocupadas e a identificação dos riscos associados a deslizamentos. O mapa de setores de risco resultante do novo PMRR pode ser utilizado nas políticas específicas do Plano Diretor de Florianópolis. Além disso, a exposição de cada casa ao risco é diferente, e um conjunto de casas com riscos parecidos são reunidas em setores de mesma classificação.

Tudo isso para aprimorar os conhecimentos e a prevenção do município contra desastres. Sabendo quais ações são necessárias, o município tem condições de realizar programas, elencar setores prioritários para serem atendidos, estimando os custos. A partir do estudo, será possível perceber quais mudanças Florianópolis teve mudanças em suas características.

“Percebemos a importância desta atualização e estudos com tudo que aconteceu no Rio Grande do Sul nos últimos meses”, ressalta o prefeito de Florianópolis, Topázio Neto. “É extremamente importante que possamos conhecer as necessidades do município para trabalhar com políticas de prevenção de desastres”.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa