Hoje é segunda-feira, 20 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioECONOMIAFlorianópolis mantém a fase de alta no mercado de compra e venda de...

Florianópolis mantém a fase de alta no mercado de compra e venda de apartamentos

Em um ano, os apartamentos à venda na cidade valorizaram 13,9% na média

O mercado imobiliário de Florianópolis segue se destacando no cenário nacional. A capital catarinense teve aumento no valor do metro quadrado de 2,1% no primeiro trimestre deste ano (janeiro a março), ante 1,6% no trimestre anterior (outubro a dezembro de 2023). Em um ano, os apartamentos à venda na cidade valorizaram 13,9% na média. Tanto no curto quanto no longo prazo, Florianópolis é a capital com maior incremento entre as cinco acompanhadas pela startup Loft nas regiões Sul e Sudeste (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Florianópolis e Porto Alegre).

“A valorização da Capital segue impressionante. Quando há seguidos aumentos, fica cada vez mais difícil manter a valorização. E Florianópolis ainda tem registrado aceleração”, afirma o gerente de dados da Loft, Fábio Takahashi. Os bairros que mais valorizaram foram Jardim Atlântico (4.0%), Ingleses (3.7%) e Pantanal (3.4%).

Johny Fabra, CEO da F1 Cia. Imobiliária, que atua em Florianópolis, aponta que os bairros Jardim Atlântico e Pantanal ainda apresentam preços inferiores à média da Capital, indicando potencial para valorização. “Em áreas mais nobres da cidade, onde os valores já excedem a média, existe uma tendência à estabilização dos preços”.

O executivo também destaca um panorama distinto em Ingleses. Ele descreve o bairro como uma minicidade dentro de Florianópolis, devido a sua infraestrutura comercial completa e à densa população, sendo o mais populoso da Capital. “Com um aumento na regularização de propriedades nos últimos meses, pois ainda uma grande parcela de imóveis não possui escritura pública, é natural que seja registrada uma valorização nos imóveis localizados nessa região”.

Os apartamentos menores, de até 30m2, foram os que mais valorizaram no trimestre (4.57%), já o menor crescimento foi dos imóveis maiores, acima de 125m2 (0.53%). Os maiores preços de metro quadrado estão em Novo Campeche (R$17.482) e Jurerê Internacional (R$16.790).

O levantamento analisou mais de 40 mil anúncios nas principais plataformas digitais em operação na cidade.

Estado – Santa Catarina tem atraído um público de diferentes partes do País, o que contribui para a valorização dos imóveis. Pesquisa Loft/Offerwise, que ouviu três mil brasileiros em março, apontou o Estado como o principal destino quando questionado para qual unidade Federação a pessoa se mudaria.

“É um movimento que se retroalimenta. Mais pessoas querem morar em Santa Catarina, o mercado se valoriza, o que chama ainda mais a atenção das pessoas”, analisa Takahashi.

O estudo “Tendências de Moradia no Brasil” apontou que, além das belezas naturais, as pessoas buscam, em Santa Catarina, se beneficiar do crescimento econômico e da segurança.

Evolução do preço do m2 de imóveis à venda 

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa