Hoje é quarta-feira, 19 de junho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALMulheres são maioria na Unimed Grande Florianópolis

Mulheres são maioria na Unimed Grande Florianópolis

A participação da mulher no mercado de trabalho tem crescido ano após ano, demonstrando a sua quase hegemonia nos mais diferentes setores. E até 2030, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a presença delas será ainda maior nas organizações, embora a busca pela igualdade salarial seja constante, dado o fato de que elas ganham, em média, 20% a menos que os homens pelos mesmos ofícios.

Fato é que diversas empresas têm olhado com atenção para a equidade de gênero dentro das companhias. E um exemplo de Santa Catarina, na Unimed Grande Florianópolis, traz o  orgulho da cooperativa médica se autointitular como “alma feminina”. Isso porque as mulheres são maioria na empresa e representam 75% num universo que ultrapassa os 1,2 mil colaboradores. Ou seja, a cada 10 profissionais, entre sete e oito são mulheres. A presença delas também tem peso na gestão, sendo que dos 60 cargos de confiança, 41 são de responsabilidade das colaboradoras, ou seja 65%.

O CEO da cooperativa médica, Richard Oliveira, destaca que a equidade de gênero é fundamental para qualquer organização. “Identifico nas mulheres uma hard e soft skills de intuição e comunicação que são fundamentais para o alcance de performance e de humanização”, defende.

O comportamento humanizado da empresa reafirma o compromisso de receber as profissionais com igualdade, tanto nas oportunidades, quanto na remuneração salarial. Há, ainda, o acolhimento às mães que retornam ao trabalho após o período da licença-maternidade, o que ajuda a reter talentos que se enquadram no perfil. Uma das iniciativas empregadas é o “Colo de Mãe”, um programa interno que fornece acolhimento e suporte com rede de apoio profissional às funcionárias, com o objetivo de tornar o processo de transição entre maternidade e trabalho mais leve e humanizado. Desde o início do programa em 2021, ao todo, 35 mães passaram pelo acolhimento.

Dessa maneira, empresa e colaboradoras acabam ganhando em valorização e incentivo, conforme explica a gerente de gestão de pessoas da Unimed Grande Florianópolis, Cristiane Bruchado. “Fomentar iniciativas e reforçar as características que tornam as mulheres excelentes profissionais é uma forma de incentivar a presença delas no mercado de trabalho. Acolhidas e valorizadas, percebemos as mulheres mais atuantes, com conhecimento, atitude e expertise para assumirem suas tarefas”, diz.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa