Hoje é sexta-feira, 24 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALOficinas promovem autoconhecimento através de práticas de voz e dança

Oficinas promovem autoconhecimento através de práticas de voz e dança

Projeto "Teia – Biografias dançadas em rede" foi contemplado com o Prêmio Elisabete Anderle da Fundação Catarinense de Cultura

Dança, corpo e voz conectados por meio de biografias. Assim é o projeto “Teia – Biografias dançadas em rede”, que tem como propósito promover o autoconhecimento e a transformação social através da difusão do conhecimento somático do corpo e da voz.  O projeto idealizado pela fisioterapeuta e diretora artística Elisa Schmidt foi contemplado com o Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura promovido pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Governo do Estado de Santa Catarina, e promoverá diversas oficinas gratuitas em Florianópolis e Jaraguá do Sul.

“A nossa filosofia de base procura incentivar uma ecologia social saudável, no qual o encontro é uma oportunidade de criarmos memórias e saberes comunitários. Em nosso plano pedagógico, a educação pela arte está intimamente relacionada com a promoção da saúde individual e coletiva. Entendemos que a biografia é uma fonte de autopercepção e empoderamento. Através da nossa história, aprendemos e damos exemplos aos demais. Deixamos então a pergunta. Qual a fragrância do perfume que quero deixar para o mundo?”, reflete Elisa.

Autoconhecimento 

A proposta pedagógica das oficinas irá proporcionar acesso ao conhecimento sobre o corpo e a voz, ancorados pela perspectiva da educação somática e práticas holísticas, visando o desenvolvimento humano.

“A biografia humana está escrita no corpo. O nosso corpo, a nossa respiração e a nossa voz trazem consigo a nossa história. Por isso, reconhecê-lo é uma forma de ter mais autoconhecimento. As transformações conquistadas a partir deste estudo podem ampliar a nossa consciência de vida e contribuem não somente para uma evolução pessoal, mas também para melhoria da nossa relação interpessoal”, ressalta Elisa.

Professoras experientes

As aulas serão ministradas  por professoras experientes no campo da dança, do corpo e da voz: Bárbara Biscaro,  atriz e cantora, e também doutora em Teatro pela UDESC; Janaína Martins, professora da área de Voz no Curso de Graduação em Artes Cênicas no Departamento de Artes da Universidade Federal de Santa Catarina, Doutora em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia (2008) e Mestre em Teatro, pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2004); Elisa Schmidt, formada em Educação Artística, com habilitação em Artes Cênicas e Mestre em Teatro pela UDESC, Fernanda Rosa  é cantora e compositora – Recebeu o Prêmio de melhor cantora pelo Prêmio da Música Catarinense (2016). Comprometida em tornar sua voz veículo de catarse na transformação pessoal e social, dá aulas particulares há mais de 15 anos.

Ao final das oficinas todos os alunos serão orientados a criar um vídeo de um minuto com o resultado da formação, sobre a temática “dança da vida”. As gravações serão publicadas nas redes sociais, criando uma grande teia de conexão correlacionada às histórias pessoais dos participantes.

Histórico do projeto

“Teia – Biografias dançadas em rede” é um projeto de formação que oportuniza o acesso ao público que se interessa pelo estudo do corpo e da voz. O projeto dá continuidade à pesquisa realizada por Elisa Schmidt, que desde 2011 realiza laboratórios experimentais individuais e experiências compartilhadas com profissionais de Santa Catarina e do Brasil, desenvolvendo metodologia específica sobre a dança, o corpo e a voz. A didática tem sido aprimorada, por meio de investigações teórico-práticas, contando com os estudos de educadores em que se inspira, tais como: BMC, Método Bertazzo, G.D.S., Coordenação Motora Piret e Béziers, Educação Somática e dança contemporânea. A pesquisa embrionária foi contemplada pelo Edital Elisabete Anderle de 2017, assim como pelo Edital de Apoio às Culturas do Fundo Municipal de Cultura de Florianópolis de 2018.

Datas das oficinas – Todas presenciais

Oficina com Fernanda Rosa – 01 e 02 de abril, Teatro da UFSC, das 8 às 18h.

Mini-Residência  com Elisa Schmidt Jaraguá –  14 e 15 de abril, Sesc Jaraguá do Sul, das 8 às 18h.

Oficina com Bárbara Biscaro – 22 e 23 de abril, na Cenarium Escola de Dança, das 8 às 18h.

Oficina com Janaína Martins – 06 e 07 de maio, na Cenarium Escola de Dança, das 8 às 18h.

Oficina com Elisa Schmidt Florianópolis –  17 e 18 de junho, Cenarium Escola de Dança, das 8 às 18h.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa