Hoje é segunda-feira, 20 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALParceria vai beneficiar mais de 2 mil pessoas com espectro autista

Parceria vai beneficiar mais de 2 mil pessoas com espectro autista

Na quinta (23), em São José, será realizado um evento que formaliza a doação de 2 mil abafadores de ruídos pela Associação Nacional de Empresários da Pirotecnia para a Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Florianópolis (AMA Floripa)

Você já sentiu um som tão incômodo que causou dor no seu ouvido ou cabeça? Essa é a realidade de muitas pessoas com transtorno de espectro autista (TEA) quando expostas a ruídos inesperados. Para aumentar o conforto dessas pessoas e incentivar a inclusão em eventos sociais e atividades comunitárias, a Associação Nacional de Empresários da Pirotecnia (AME Pirotecnia) doou para a Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Florianópolis (AMA Floripa) dois mil abafadores de ruídos. A entrega formal será feita na quinta-feira, 23, às 17h30, em São José, com um show pirotécnico especial destinado aos participantes.

Os abafadores de ruídos são equipamentos similares a fones de ouvido que auxiliam no bloqueio total ou parcial do som, contribuindo para que pessoas com TEA reduzam a sensibilidade aos estímulos sonoros. Os protetores doados serão destinados para famílias atendidas pela AMA em toda a Grande Florianópolis. “Tem famílias que não saem de casa por causa da sensibilidade da pessoa que tem autismo na família. A doação desses equipamentos vai ajudar a melhorar a qualidade de vida de todos do grupo familiar”, explica Daniela Dias Steindorff, da AMA. Além dos abafadores, será distribuída a mesma quantidade de cartilhas com dicas de como atuar e atender pessoas com sensibilidade sensorial.

União para inclusão

A aproximação das duas associações em Florianópolis se deu a partir do debate do projeto de lei que proíbe o manuseio e soltura de fogos de artifício com ruídos acima de 60 decibéis. A lei foi aprovada pela Câmara de Vereadores em setembro e sancionada em outubro pelo prefeito Topázio Neto, com veto a limitação de decibéis. “Nosso primeiro contato foi para entender as justificativas apontadas para a criação da lei e nos surpreendeu que em nenhum momento a associação foi ouvida pelos legisladores. Então, mostramos que essa iniciativa com os abafadores e cartilhas já tinha sido feita no interior de São Paulo com resultados muito positivos. A associação aceitou fazer a parceira, porque o caminho é incluir e não proibir”, informa o representante da AME Pirotecnia em Santa Catarina, Marcelo Kokote.

Magia no céu

Além da doação dos abafadores e das cartilhas, a AME Pirotecnia vai preparar um show especial de fogos de artifício de baixo ruído, sem estampido, no dia do evento. A ideia é encantar os participantes com a magia das luzes e do brilho dos fogos pirotécnicos e mostrar que é possível, com equipamentos e técnicas adequadas, incluir pessoas com sensibilidade sonora em eventos públicos que geram ruídos.

Saiba mais:

Evento: entrega formal de 2 mil abafadores de ruídos e lançamento em Santa Catarina da cartilha com dicas de previsibilidade para pessoas autistas e PCDs com sensibilidade sensorial.

Data: 23/11/2023, às 17h30

Local: Cantina Zabot, av. Leoberto Leal, 184, em Barreiros, São José.

Obs.: o evento é restrito e a entrada só será permitida para convidados confirmados.

 

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS

2 COMENTÁRIOS

  1. Tenho filho autista e não vi em lugar algum oportunidade de inscrevê-lo para que receba um abafador.
    Em todas as páginas e reportagens que li sobre o evento, não havia qualquer menção a formas de participar.
    É para os amigos dos amigos dos amigos dos autistas ou é para a comunidade?

    • Exatamente, Marcos! Também estou decepcionada! Fazem essa propaganda mas na verdade o acesso é restrito. Ninguém divulgou que precisaria fazer inscrição. Apenas na nota de rodapé a informação é colocada. Não deixaram claro. Atrair o público só pra fazer volume mas pelo jeito os beneficiados só quem tem “QI”, se é que me entende. Estou bem chateada. Não achei honesto. E não vou mais.

Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa