Hoje é sábado, 13 de julho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALCompanhia de dança de Palhoça vai representar o Brasil em festival internacional...

Companhia de dança de Palhoça vai representar o Brasil em festival internacional na Argentina

Para viabilizar a viagem, bailarinos estão fazendo rifa e vaquinha online. Eles também farão demonstrações gratuitas em locais públicos. A primeira acontece domingo (23), na Praça das Bandeiras

Quem passar pela Praça das Bandeiras neste domingo (23) vai poder acompanhar um pouco do trabalho que é realizado pelos bailarinos da Cia de Dança Lu Ventura, de Palhoça. A aula aberta tem a intenção de dar visibilidade ao projeto em um momento muito especial: nove alunos da companhia se classificaram para a final Internacional do Festival Matrix, que será realizada entre os dias 27 e 29 de outubro, na cidade de Rosário, na Argentina.

A Cia de Dança Lu Ventura existe desde 1995. Começou em Florianópolis, e em 2012, mudou-se para Palhoça. Hoje, o estúdio está localizado no Centro e lá os alunos aprendem várias modalidades de dança, como balé contemporâneo, balé moderno, balé clássico, balé neoclássico, jazz, baby class e K-Pop (gênero criado na Coreia do Sul e que ganhou o mundo, transformando-se numa verdadeira “cultura” e virando uma febre internacional).

Além dos alunos regulares, que pagam a mensalidade para aprender a dançar, a companhia também oferece bolsas. “A gente seleciona alunos, crianças e adolescentes, que não podem custear aulas, palestras e cursos, e damos a bolsa para eles”, informa Lu Ventura.

É o caso de sete dos nove bailarinos selecionados para a final internacional do Festival Matrix. Eles foram aprovados em uma etapa nacional classificatória, finalizada em maio, e agora estão correndo atrás dos recursos para viabilizar a viagem à Argentina, onde vão representar Palhoça e o Brasil. “Estamos muito felizes em representar Palhoça e Santa Catarina internacionalmente”, comenta Lu Ventura.

Para custear a viagem e as despesas com hospedagem, os bailarinos estão fazendo uma rifa e também abriram uma “vaquinha” online. Para conferir o site de financiamento coletivo, acesse: https://shorturl.at/LTW24. “Nossos alunos, a maioria bolsista, precisam de ajuda para custear a viagem. Eles ensaiaram muito para estarem em muitos festivais, é muito gratificante vê-los colher os frutos dos seus esforços e dedicação. Vamos lutar até o fim para termos um desfecho feliz nesta história”, acrescenta.

Mais informações podem ser obtidas pelo WhatsApp (48) 98846-1355. Também é possível agendar uma aula experimental no estúdio, localizado na Rua Capitão Augusto Vidal, número 3403 (segundo piso).

Ou então acompanhe as aulas abertas que serão realizadas em locais públicos, a partir deste domingo (23), quando os bailarinos da companhia estarão na Praça das Bandeiras, no Centro de Palhoça.

“Queremos realizar esta ação na praça todos os finais de semana, com aulas abertas, dançando e mostrando o nosso trabalho. Vamos levar um pouquinho das aulas para o público, mostrar como é uma aula no estúdio, apresentar coreografias. Tudo para que o público tenha esse contato imediato com o que são as nossas aulas e tudo que a gente ensina aqui”, explica Lu Ventura.
spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa