Hoje é domingo, 26 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALEscola de Samba Jardim das Palmeiras leva Theatro Adolpho Mello para desfile...

Escola de Samba Jardim das Palmeiras leva Theatro Adolpho Mello para desfile de Carnaval

Evento acontece no dia 18 de fevereiro, a partir das 17h

De bloco carnavalesco a escola de samba. O Jardim das Palmeiras, escola de samba de São José, vai desfilar na passarela Nego Quirido (Florianópolis) no dia 18 de fevereiro, às 17h. A agremiação levará para a avenida, muito samba com as cores verde, branco e dourado. Além do seu homenageado deste ano, o Theatro Adolpho Mello, que tem raízes profundas na história e na música da cidade.

Esse não é o primeiro desfile da escola de samba, na passarela, em Floripa. Vice-campeã do grupo de acesso em 2019, e campeã também do grupo de acesso, em 2016 na capital, a escola Jardim das Palmeiras já é tetra campeã do Carnaval josefense.

O presidente da escola, Rennan Inácio, conta que foi com o primeiro título do Carnaval que tomou gosto por conduzir as comemorações. “Depois do primeiro título, a gente tomou gosto pela coisa que foi crescendo ao ponto de ganharmos vários títulos”, conta.

CONQUISTAS

Apesar de pequena, a determinação e a coragem levaram a escola Jardim das Palmeiras longe. O histórico de conquistas da agremiação, que soma 10 carnavais já conquistou sete títulos.

No terceiro carnaval em que é presidente, Renann recorda os 17 anos de história da escola. De 2008 a 2015, o grupo ainda era um bloco. Já em 2016, veio o título de acesso A. Os enredos foram os orixás, a cidade de São José, figuras importantes josefenses e a própria história da localidade onde a escola começou, o Jardim das Palmeiras.

“São muitas histórias, muitos amigos, muitas alegrias e muito trabalho sério”, pontua o presidente.

HISTÓRICO

São 17 anos de história da Jardim das Palmeiras. Durante todos esses anos, a escola levou às passarelas enredos que contaram a trajetória de personalidades josefenses. Em 2020, a agremiação contou a história de Liberata, uma mulher que lutou na Justiça para conquistar liberdade.

Em 06 de agosto de 2005, o bloco carnavalesco que hoje é a Escola de Samba Jardim das Palmeiras surgiu da ideia de reunir a comunidade do bairro Forquilhinha, em São José, durante as festividades do Carnaval. Essa folia toda resultou em quatro títulos no Município, que foram durante os anos de 2010, 2012, 2014 e 2015. Foi então em 2015 que a atual vice-presidente, Luiza Fontana, que começou com o bloco na Beira-Mar de São José. Na época, era passista da Escola. Ela conta que está sendo gratificante ter se tornado vice.

“Foi muito gratificante. Feliz que a diretoria tenha me indicado e me proporcionado este cargo. Significa que estou fazendo com carinho e desempenhando bem meu papel dentro da escola”, conta Luiza.

A escola passou a integrar o Grupo de Acesso A do carnaval de Florianópolis, desfilando então na Passarela Nego Quirido. Durante esses anos, Renann passou por diretor de carnaval, vice-presidente e, com o falecimento do pai em 2016, virou presidente da escola.

“Queremos que o carnaval seja compreendido como um evento cultural”, comenta.

GRUPO ESPECIAL 

Do grupo de Acesso a integrante do grupo especial do Carnaval. Em 2021, o convite foi para integrar o Grupo Especial. Neste ano, a escola irá mostrar um dos mais antigos teatros do país com o enredo Ribalta Josefense: O Teatro Brasileiro em Cena no Adolpho Mello!

A Jardim das Palmeiras é a principal escola em ascensão do Carnaval de Florianópolis e a mais nova integrante do grupo, sendo possivelmente a menor e conta com o apoio dos josefenses para encantar o público no dia 18 de fevereiro, data dos desfiles de Carnaval na cidade vizinha nesse ano.

“Ansiedade a mil! Priorizamos um desfile alegre, colorido, contagiante e organizado, para alcançar nosso objetivo que é estar entre as cabeças, alcançando o tão sonhado título. Estamos com um grupo bem bacana e unido para que possamos chegar no pódio”, revela a vice-presidente Luiza.

Com uma paixão inigualável pelo samba e uma boa dose de resiliência, a Escola vem escrevendo sua história na cultura de São José e conquistando espaço em novos territórios. Para isso, conta com o apoio de embaixadores dos bairros. A ideia é mostrar que a Escola de Samba pertence ao Município e não apenas ao bairro onde nasceu, Forquilhinha.

Os ensaios da escola acontecem todas as segundas e quartas, a partir das 20h, no Marina Parque, localizado na rua Heriberto Hulse, 3636 – Serraria. Em caso de dúvidas, a população deve entrar em contato com um dos embaixadores e pelas redes sociais.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa