Hoje é domingo, 21 de julho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALTécnicos do Fonplata vistoriam área da futura Beira-Mar de Barreiros

Técnicos do Fonplata vistoriam área da futura Beira-Mar de Barreiros

Prefeito Orvino liderou vistoria com secretários e comitiva do banco para identificar aspectos sociais, ambientais e de infraestrutura

Com objetivo de mapear as regiões de intervenção, identificar os aspectos sociais, ambientais, de infraestrutura relevantes, bem como a área de influência direta do projeto, incluindo comunidades, residências e áreas comerciais da futura a Avenida Beira-Mar de Barreiros com a BR 101, em São José, o prefeito Orvino Coelho de Ávila liderou nesta sexta-feira (16), uma comitiva composta por secretários municipais e técnicos do Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata), em uma visita técnica à área.

A obra terá ligação com a Avenida Beira-Mar Continental de Florianópolis em uma extensão total de 8,3 km de via pública, sendo 4,8 km no território da capital e 3,5 km em território josefense. O projeto prevê pistas de rolamento, passeios, ciclovias, área de lazer e bolsões de estacionamentos. A obra é considerada prioritária, visando aprimorar a mobilidade urbana e oferecer espaços de convivência para a população de São José.

O prefeito destacou que essa obra é a realização de um sonho que vem sendo perseguido por ele desde quando era vereador. “Beira-Mar de Barreiros é uma obra de grande magnitude e de importância para a cidade, comparável à construção da Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), no bairro Potecas, que há mais de três décadas é reivindicada pela população e que enfim será entregue”.

Orvino salientou que essa obra não beneficiará apenas São José, mas toda a Grande Florianópolis e o Estado, gerando um impacto positivo na economia e no desenvolvimento do estado. O prefeito informou que as etapas burocráticas, incluindo a documentação, autorizações, licenças e estudos, estão em fase final. Após essa etapa, a Prefeitura se concentrará na licitação, com o objetivo de iniciar a construção no início de 2024.

Expectativa positiva

O vice-prefeito e secretaria de Urbanismo e Serviços Públicos, Michel Schlemper, também enalteceu a importância da obra e a expectativa positiva para realização da futura avenida da Beira-Mar de Barreiros. “No dia de hoje, demos mais um passo significativo em direção ao início da aguardada obra da Beira-mar de Barreiros. O projeto foi finalizado e as negociações com o banco estão bem encaminhadas”.

Ele defendeu que os resultados positivos da gestão fiscal da Prefeitura, a importância da obra, seu impacto econômico e o potencial retorno turístico e urbanístico, despertará interesse por parte do Banco em estabelecer essa parceria com o Município. “Agora, estaremos concentrando nossos esforços na obtenção das licenças ambientais necessárias e na conclusão das autorizações junto ao Governo Federal, com o objetivo de licitar essa obra o mais breve possível. Esse projeto representa um sonho acalentado pela população de São José”.

Cronograma adiantado

O secretário de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Pedro Paulo Duarte da Silva, anunciou que a fase da documentação está adiantada e avaliou que, devido às características geológicas da região, o cronograma efetivo das obras será de aproximadamente quatro anos. Ele destacou ainda que o principal objetivo do prefeito com a construção da Beira-Mar de Barreiros é de melhorar a mobilidade urbana em toda a região e promover o desenvolvimento social, com especial atenção às pessoas mais necessitadas.

“Para alcançar essa meta, é fundamental impulsionar o desenvolvimento econômico. Uma economia em crescimento gera empregos, melhora a saúde, reduz filas, diminui o consumo de combustível e a poluição. O emprego é a melhor maneira de ajudar as pessoas, proporcionando-lhes dignidade própria e a capacidade de sustentar-se, conforme desejado por todos”, defendeu.

Mitigação ambiental

A bióloga Gabriela Brasil do Anjos, superintendente da Fundação de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, salientou a relevância da participação do banco Fonplata como a instituição financeira presente no projeto. “Essa parceria garante a contratação de estudos de alta qualidade, que serão essenciais para assegurar a mitigação dos impactos ambientais decorrentes da obra”.

Preparativos finais

Segundo Oscar Carvalho, coordenador do Fonplata no Brasil, o compromisso do banco é de analisar minuciosamente todas as condicionantes solicitadas ao Município, com o objetivo de fornecer a aprovação necessária. Com confiança, ele expressa que a expectativa é de que nos próximos meses será possível dar início à operação e avançar nos trâmites para a assinatura do contrato de empréstimo.

Além disso, o executivo destacou que o projeto e as licenças já passaram por uma análise rigorosa, encontrando-se atualmente em processo de obtenção das licenças. Ele afirma que São José já atendeu às exigências ambientais estabelecidas pelo governo brasileiro. A admiração pela estrutura e desenvolvimento da cidade foi mencionada, e a reunião com os técnicos da prefeitura e toda a organização despertou otimismo. “Em suma, nosso sentimento é de confiança e sucesso neste importante empreendimento”.

Conexões para o crescimento

O secretário de Infraestrutura, Nardi Arruda, expressou sua satisfação e motivação em relação ao projeto. Ele enfatizou que se trata de um trabalho em equipe, guiado pela responsabilidade fiscal, devido ao conhecimento dos recursos limitados disponíveis. Para ele, a importância da obra vai além de ser apenas uma via, pois envolve um complexo que prioriza o bem-estar dos cidadãos, incluindo áreas de lazer. Segundo Nardi, investir em espaços de lazer resultará em menor gasto com saúde, proporcionando à cidade uma situação financeira mais favorável no futuro.

 

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa