Hoje é sábado, 18 de maio de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
spot_img
InícioGERALViolência contra a mulher é tema de mostra gratuita na Fundação Cultural...

Violência contra a mulher é tema de mostra gratuita na Fundação Cultural BADESC

Projeto inclui a exibição de vídeos-arte com relatos de 11 vítimas e roda de conversa

Somente na primeira metade do ano passado, foram requeridas quase 13 mil medidas protetivas a mulheres em Santa Catarina. Para dar visibilidade aos abusos que a população feminina muitas vezes sofre em silêncio, a artista visual Júlia Steffen apresenta o projeto Da Dor à Luta: Histórias de Mulheres Sobreviventes da Violência. O encontro gratuito será nesta sexta-feira, dia 10 de novembro, na Fundação Cultural BADESC, em Florianópolis.

O projeto, viabilizado com recursos do Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura 2022, consiste em cinco vídeos-arte que trazem relatos de 11 vítimas – mulheres que também são bissexuais, indígenas, negras e/ou transexuais, entre outros grupos discriminados. Após a exibição dos audiovisuais, haverá roda de conversa com a realizadora, a advogada Iris Gonçalves e a psicóloga Glauce Carrazzoni.

“Ao mesmo tempo em que são individuais de cada mulher, as situações se revelam coletivas à medida que se repetem nas experiências particulares. O projeto, assim como o meu trabalho como artista, tem o objetivo de não somente conscientizar a sociedade a respeito do tema, mas também promover um acolhimento e mostrar que nenhuma mulher está sozinha”, explica Júlia.

Os vídeos, com intervenções de pinturas e desenhos sobre as imagens e depoimentos captados, abordam variados tipos de violência: física (agressões, lesões), psicológica (dano emocional, redução da autoestima), sexual (relações não desejadas), patrimonial (retenção ou destruição de bens), moral (calúnia, difamação), política, entre outras. Após a exibição, as peças estarão disponíveis gratuitamente no canal de Júlia no YouTube.

Além de Júlia, a equipe de profissionais que participaram do desenvolvimento e da execução contou com Meg Tomio Roussenq (curadora), Carlos Pontalti (captação de vídeo e diretor de fotografia) e Amanda Amorim (captação de áudio).

Serviço: Projeto Da Dor à Luta: Histórias de Mulheres Sobreviventes da Violência (exibição de vídeos-arte e roda de conversa)

Data: 10 de novembro, a partir das 19h

Local: Fundação Cultural BADESC (Rua Visconde de Ouro Preto, 216 – Centro, Florianópolis/SC)

Entrada gratuita

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa