Hoje é sábado, 13 de julho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioColuna do EditorSC se transformou numa Bolsolândia; PL e PSD filiam prefeitos na Grande...

SC se transformou numa Bolsolândia; PL e PSD filiam prefeitos na Grande Florianópolis e outras notas

Casal Bolsonaro estará neste final de semana em Santa Catarina; Estado que o bolsonarismo - levando em conta o resultado das últimas eleições - escolheu para se transformar numa Bolsolândia, já começando pelas eleições municipais de 2024

Casal Bolsonaro em Florianópolis

O bolsonarismo estará reunido neste final de semana em Santa Catarina. O casal Bolsonaro (Jair e Michelle) já confirmou presença em agendas na Capital Catarinense.

O ato de maior relevância é um evento organizado pelo PL Mulher que será realizado no Stage Music Park, no Norte da Ilha, no sábado (29), com palestra de Michelle. Apesar de ser voltado ao público feminino, o evento terá um grande público masculino também em função da presença de Jair.

A agenda do casal inicia já na sexta-feira (28). Nesse dia acontece um encontro com o governador Jorginho Mello e com deputados estaduais e federais, além de demais lideranças do PL.

Essa é a primeira vez que o casal vem ao Estado após as eleições do ano passado, quando Bolsonaro perdeu a presidência, mas em Santa Catarina teve uma exitosa votação.

Bolsolândia

A derrota para o petismo na última eleição pela presidência da República fez o bolsonarismo mirar em Estados onde teve boa votação objetivando ter sobrevida. Nesse contexto, Santa Catarina é o principal foco. Aqui, Bolsonaro fez praticamente 70% dos votos no 2º turno do ano passado, Jorginho Mello ganhou sem fazer forças, e o PL ainda elegeu o desconhecido Jorge Seif para o Senado, além de 9 deputados estaduais e 6 federais.

É de olho nessa quase submissão do eleitorado catarinense que a família Bolsonaro e seus aliados traçam a estratégia de fixar raízes, mesmo que rasas, visando eleições futuras. O filho 04, o Renan, já está no projeto para ser candidato a vereador no ano que vem em Balneário Camboriú. O aliado e ex-comandante da PRF, Silvinei Vasquez, está no tabuleiro para disputar a prefeitura de São José.

Mas, o projeto maior, é fixar residência no Estado para Michelle candidatar-se a senadora por Santa Catarina. O projeto está na rua. Se Seif for cassado no processo por abuso de poder econômico que corre na Justiça Eleitoral, forçando nova eleição, a ex-primeira-dama seria a candidata para disputar a vaga. Na pior das hipóteses, sua fotinho apareceria para os eleitores catarinenses nas urnas em 2026.

Políticos de outros partidos que fiquem espertos. Santa Catarina se transformou numa espécie de Bolsolândia, assim como a Barilândia do filme da Barbie. A onda vai continuar e agora alimentada também pelo combustível do Governo do Estado!

Bolsolândia (II)

O governador Jorginho Mello que não é bobo vai se aproveitar por governar a Bolsolândia e aliado à força da máquina do Governo do Estado prepara um projeto para transformar o seu PL no maior partido do Estado, inclusive superando o MDB em número de prefeituras na eleição do ano que vem.

Nos últimos dias pipocaram em todas as reuniões do Estado informações de prefeitos em mandato trocando seus partidos pelo partido do governador. Jorginho tem visitado os municípios oferecendo obras e em troca também uma ficha de filiação. Muitos estão mordendo a isca. Inclusive de partidos que fazem parte da base do governador na Alesc.

Na região da Grande Florianópolis Jorginho já filiou um prefeito. Nesta semana, o governador gravou vídeo ao lado do prefeito de São Pedro de Alcântara, Charles da Cunha, que saiu do PDT rumo ao PL. “É uma alegria muito grande estar junto com o governador que tem olhado muito por nossa cidade e tenho certa de que faremos muitas obras juntos por São Pedro de Alcântara”, disse o prefeito no vídeo, respaldando a aliança entre obras do governo com afiliação ao PL.

Governador ao lado do prefeito Charles

PSD filia Homero Prim, prefeito de Águas Mornas

Mas, não é só o PL que cresce. O PSD também. Com a presença do prefeito João Rodrigues, de Chapecó, Topázio Neto, de Florianópolis e Orvino de Ávila, de São José, que articulou o movimento, o presidente do PSD, Eron Giordani, anunciou a filiação do Prefeito de Águas Mornas, Homero Prim. Além dele, o PSD filiou mais 150 lideranças locais. O evento aconteceu em Águas Mornas.

A filiação contou com a presença do deputado estadual Julio Garcia, principal líder dessa nova fase do partido. Enquanto outras siglas têm dificuldade em manter seus filiados e anunciar novos nomes, o PSD continua crescendo e chega a 46 prefeitos e 41 vices.

“O importante diálogo pela eficiência da máquina pública e desburocratização têm sido marcas da nossa gestão, aproximando novos nomes ao nosso partido”, ressaltou o presidente do PSD de Santa Catarina, Eron Giordani.

O PSD chega a 46 prefeituras e se consolida como o partido que administra as maiores cidades do Estado

COLUNA DO WHATSAPP – Quem quiser receber esse conteúdo no whatsapp, é só clicar e ingressar no grupo: https://chat.whatsapp.com/H2w34yUIK4F7SVYj69cyZ9

Conselhos de segurança

Nesta quarta-feira (26), a partir das 19h30min, uma solenidade do Governo do Estado de SC, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-SC), dará posse aos membros efetivos das diretorias eleitas de 10 Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs) da Grande Florianópolis.

Serão empossadas cinco diretorias de Consegs de Florianópolis (Jurerê, Ingleses, Canasvieiras, Barra da Lagoa e Estreito); duas de Palhoça e novas diretorias em Antônio Carlos, Santo Amaro da Imperatriz e São Pedro de Alcântara para gestão 2023/2025.

O evento será realizado a partir das 19h30min no Auditório da Secretaria de Estado da Segurança Pública, na Avenida Governador Ivo Silveira, bairro Capoeiras, em Florianópolis.

Agora vai

Importante esse ultimato que o prefeito Topázio Neto (PSD) deu à Casan, ameaçando romper com a estatal caso não iniciem até outubro as obras de esgotamento sanitário no Sul da Ilha. O prefeito disse em vídeo nesta segunda (24) que pretende licitar nova empresa para tocar a obra. Opositores ao prefeito entendem que a jogada foi mais de marketing, do que prática, uma vez que a estatal já tinha anunciado um grande plano de investimentos na Grande Florianópolis. Mas, levando em consideração o histórico de promessas não cumpridas da Casan, é válido a ameaça pública com prazos claros. Vamos aguardar para ver se na prática terá resultados. É um absurdo o Sul da Ilha ter 0,0% de esgotamento sanitário.

Prefeito Topázio falando grosso com a Casan

COLUNA DO WHATSAPP – Quem quiser receber esse conteúdo no whatsapp, é só clicar e ingressar no grupo: https://chat.whatsapp.com/H2w34yUIK4F7SVYj69cyZ9

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa