Hoje é segunda-feira, 22 de julho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALCrianças e adolescentes do Serviço de Convivência de SJ ganham festa junina

Crianças e adolescentes do Serviço de Convivência de SJ ganham festa junina

A festa mobilizou todas as turmas participantes das oficinas, com danças, brincadeiras e muita comida típica

Diversão não faltou na tradicional festa junina do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) de São José. Tão aguardada pelas crianças e adolescentes, a programação realizada nesta quinta-feira (27) teve um cenário temático repleto de bandeirinhas. Promovida pela Prefeitura de São José, por meio da Secretaria de Assistência Social (SAS), a festa mobilizou todas as turmas participantes das oficinas, com danças, brincadeiras e muita comida típica.

Vestidos a caráter, todos aproveitaram o dia realizando apresentações, dançando quadrilha, brincando de dança da cadeira, argolas, pescaria, enviando correio elegante e brincando com seus colegas. Além da decoração caprichada, a festa teve mesa repleta de doces tradicionais, bolos, milho, canjica, cachorro quente, pinhão, amendoim, pipoca, frutas e sucos naturais.

Segundo a coordenadora do SCFV, Ana Gabriela de Souza, o objetivo da festa além de comemorar junto às crianças, foi de criar um espaço de interação, brincadeiras e entretenimento, diferente da rotina que elas têm em casa.

“Pensamos nessas ações com o objetivo de criar um momento lúdico e de integração para as crianças e os adolescentes atendidos aqui. Além de todas as brincadeiras recreativas, buscamos inseri-las na cultura também. E nosso maior objetivo é fazer que tenham momentos prazerosos”, afirmou Ana.

Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos

Atualmente mais de 100 crianças e adolescentes, de 06 a 15 anos, são atendidos no programa em oficinas, atividades físicas e educação nutricional. O atendimento no SCFV ocorre a partir de encaminhamentos feitos pelo Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), pelo Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), pelo Conselho Tutelar e pelo Ministério Público.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa