Hoje é terça-feira, 16 de julho de 2024
Coluna da UNIMED
Coluna da AMPE
Coluna do Adriano
Publicações Legais
spot_img
InícioGERALCasan implanta nova válvula para combater perdas de água na Trindade

Casan implanta nova válvula para combater perdas de água na Trindade

O objetivo é combater as perdas de água, reduzindo a pressão de maneira constante na rede, evitando assim os rompimentos e problemas de abastecimento

Uma nova válvula redutora de pressão instalada pela CASAN (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) passou a operar nesta semana no Bairro Trindade, em Florianópolis. O equipamento foi instalado nas imediações da Rua Dr. Percy João de Borba pelas equipes do setor operacional de água da Agência da Companhia na capital. O objetivo é combater as perdas de água, reduzindo a pressão de maneira constante na rede, evitando assim os rompimentos e problemas de abastecimento.

Essa é a segunda instalação feita pela Companhia em menos de dois meses na capital. No final de abril, equipes instalaram duas VRPs na região Sul da Ilha, beneficiando os bairros Campeche, Armação e Pântano do Sul. Nos últimos cinco anos, válvulas do tipo também foram instaladas nos bairros Itacorubi, Cacupé, Ratones e Cachoeira do Bom Jesus. Nesses locais, a instalação fez cair em até 70% a ocorrência de vazamentos anuais em relação ao período anterior.

“A partir desta válvula, faremos agora um acompanhamento de medição de pressão com transmissão de dados online”, explica o engenheiro, Gabriel de Lyra Pessina, responsável pela instalação. “Com isso, vamos monitorar também o número de rompimentos de rede e ramais na região próxima, para verificar a eficiência do equipamento e possíveis melhorias futuras.”

Perdas de água

Atualmente, a Companhia trabalha com um índice de perdas de água na capital em torno de 35,8% (dados de 2023). Desse total é estimado que metade venha das chamadas perdas comerciais, que acontecem por fraudes e ligações clandestinas, e a outra metade das chamadas perdas físicas, relacionadas com vazamentos.

As VRPs atuam justamente nas perdas físicas. Elas podem atuar com a redução da pressão de forma fixa (caso da válvula instalada na Trindade), ou variável de acordo com estudos sobre a demanda (como na instalada no Cacupé).

Além das válvulas, a Companhia executa outras ações para o combate às perdas. Exemplos são a troca periódica de tubulações antigas, o acompanhamento de vazamentos ocultos, a troca preventiva de hidrômetros e o combate a fraudes e ligações irregulares. Com isso, o objetivo atual da CASAN é chegar até 2033 com 25% de perdas, meta de acordo com o Marco do Saneamento.

spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Últimas do Informe Floripa